Já deu

Enviado Direto da Redação

Eu amo futebol. No futebol, pessoas comuns viram ídolos, que podem até virar lendas e povoar o imaginário do torcedor por anos, décadas. Por isso a gente torce, por isso a gente vibra, e é por isso que dói tanto ver essa coisa que eu amo ser usada como desculpa para matar.

Futebol é paixão, emoção, tensão, mas acima de tudo é alegria. O que se viu do lado de fora do Engenhão no domingo foi tudo, menos isso. Pancadaria, tiros, um morto. Até quando teremos que ver algo tão lindo quanto o futebol ser maculado por gente que diz ser torcedor, quando na verdade não passa de um assassino vestido em em um manto sagrado, tão pesado e tão magnífico? Quem faz o que fez não merece o time que tem. Seja ele Flamengo, Botafogo, Nova Iguaçu, Íbis ou o time da pelada.

Eu, particularmente, estou cansado de ver meu futebol ser manchado com morte. Estou cansado de ver camisas de time sujas de sangue. Estou cansado de ver esse esporte incrível ser usado como desculpa para pancadaria e assassinatos. Me desculpem o desabafo, mas eu acho que não apenas esse esporte, como também a sociedade num geral, já teve a sua cota de bandidagem.

Sufoco - O Flamengo suou para vencer um aguerrido Botafogo B por 2 a 0, gols de Guerrero e Everton. O Fla sempre tentou manter o seu jogo, de posse de bola, jogadas pelas laterais, inversão no posicionamento no meio, mas só resolveu na bola parada. É verdade que o Rubro-Negro segue 100% na temporada, mas a dificuldade encontrada já deve ligar o alerta em Zé Ricardo.

Por Pouco - Jair foi com os reservas, sofreu pressão, envergou, quebrou, remendou, mas no final não deu para seu bem armado Botafogo. Mesmo com um time B, o Bota deu muito trabalho ao Flamengo, e não fosse a trave teria saído com o empate. Agora é se preparar para o Olímpia do Paraguai na Libertadores.

Tropeçou - O Vasco tomou um gol logo no início do jogo, fez pressão, mas não conseguiu sequer o empate diante de um bem armado Volta Redonda. Faltando apenas um jogo a ser disputado na Taça Guanabara, o Vasco se complicou um pouco. Ainda depende de si, mas a batata do Cristóvão começa a assar.

Segue voo - O Fluminense segue voando na temporada. Depois de perder no meio da semana passada para o Internacional, o Flu deu a volta por cima e meteu logo quatro gols no Bangu para fechar a fase de classificação na primeira posição, já tendo a vantagem do empate nas semifinais. O toque de Midas de Abel Braga segue dando certo.

Veja também