Romance policial ambientado em São Gonçalo; veja os destaques do Entre Letras

E mais: Assassin's Creed chega às livrarias

Escrito por Redação 30/11/2017 12:02, atualizado em 30/11/2017 11:46
Sabe aquele livro que te faz sentir amiga íntima dos personagens? Que dá vontade de querer estar nos lugares que são mencionados? Assim foi com a leitura de ‘Felipe Daudt - Armadilhas da Mente’, segundo livro do autor gonçalense Edris Vasconcellos. O romance policial ambientado em São Gonçalo reúne tudo de mais interessante para quem gosta de leitura fluída com muita aventura. Suspense, conhecimento, paixão, sofrimento, felicidade, amizade, ação e velocidade se misturam na trajetória do protagonista, um psicólogo que se vê envolvido em um crime e passa a buscar meios para desvendá-lo e ao mesmo tempo descobrir mais de si mesmo. No meio de tudo isso, muito rock e companheirismo são apresentados pelo universo de um clube de motociclistas. Para quem não faz ideia de como funcionam os motoclubes, é um aprendizado e tanto! Vale muito a leitura!
Sabe aquele livro que te faz sentir amiga íntima dos personagens? Que dá vontade de querer estar nos lugares que são mencionados? Assim foi com a leitura de ‘Felipe Daudt - Armadilhas da Mente’, segundo livro do autor gonçalense Edris Vasconcellos. O romance policial ambientado em São Gonçalo reúne tudo de mais interessante para quem gosta de leitura fluída com muita aventura. Suspense, conhecimento, paixão, sofrimento, felicidade, amizade, ação e velocidade se misturam na trajetória do protagonista, um psicólogo que se vê envolvido em um crime e passa a buscar meios para desvendá-lo e ao mesmo tempo descobrir mais de si mesmo. No meio de tudo isso, muito rock e companheirismo são apresentados pelo universo de um clube de motociclistas. Para quem não faz ideia de como funcionam os motoclubes, é um aprendizado e tanto! Vale muito a leitura! . Foto: Divulgação


/Sabe aquele livro que te faz sentir amiga íntima dos personagens
Sabe aquele livro que te faz sentir amiga íntima dos personagens? Que dá vontade de querer estar nos lugares que são mencionados? Assim foi com a leitura de ‘Felipe Daudt - Armadilhas da Mente’, segundo livro do autor gonçalense Edris Vasconcellos. O romance policial ambientado em São Gonçalo reúne tudo de mais interessante para quem gosta de leitura fluída com muita aventura. Suspense, conhecimento, paixão, sofrimento, felicidade, amizade, ação e velocidade se misturam na trajetória do protagonista, um psicólogo que se vê envolvido em um crime e passa a buscar meios para desvendá-lo e ao mesmo tempo descobrir mais de si mesmo. No meio de tudo isso, muito rock e companheirismo são apresentados pelo universo de um clube de motociclistas. Para quem não faz ideia de como funcionam os motoclubes, é um aprendizado e tanto! Vale muito a leitura!. Foto por Divulgação
/Acaba de chegar às livrarias pela editora Galera Record, “Assassin’s creed Origins: Juramento do deserto”, relacionado ao novo jogo da Ubisoft. A trama retoma a origem do surgimento da rixa entre assassinos e templários. Fenômeno entre os gamers, os jogos da franquia Assassin’s creed já venderam mais de 90 milhões de cópias pelo mundo. O sucesso da história que envolve assassinos e um programa que permite o acesso às memórias de seus ancestrais não foi diferente na versão em livros: foram mais de 1,5 milhão de exemplares vendidos só no Brasil. Bora ler
Acaba de chegar às livrarias pela editora Galera Record, “Assassin’s creed Origins: Juramento do deserto”, relacionado ao novo jogo da Ubisoft. A trama retoma a origem do surgimento da rixa entre assassinos e templários. Fenômeno entre os gamers, os jogos da franquia Assassin’s creed já venderam mais de 90 milhões de cópias pelo mundo. O sucesso da história que envolve assassinos e um programa que permite o acesso às memórias de seus ancestrais não foi diferente na versão em livros: foram mais de 1,5 milhão de exemplares vendidos só no Brasil. Bora ler? Bora jogar?. Foto por Divulgação
/Recém-lançada, a coletânea de poemas ‘Um Marginal Que Voou Baixo Demais’ é o primeiro livro do escritor itaboraiense Saulo Florentino. Segundo ele, a obra é “um universo em expansão entre as guerras cotidianas e a paz solitária do ser livre que se algema sem ver, mas pode sentir o aperto das amarras”. Mais do que poético, não
Recém-lançada, a coletânea de poemas ‘Um Marginal Que Voou Baixo Demais’ é o primeiro livro do escritor itaboraiense Saulo Florentino. Segundo ele, a obra é “um universo em expansão entre as guerras cotidianas e a paz solitária do ser livre que se algema sem ver, mas pode sentir o aperto das amarras”. Mais do que poético, não? A publicação é da editora Madrepérola.. Foto por Divulgação

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas