Romance inglês é republicado no Brasil; veja destaques do Entre Letras

E mais: Mistérios e dramas da Palestina

Escrito por Redação 16/11/2017 12:50, atualizado em 16/11/2017 12:30
No princípio, foi o gesto, a música, a dança, diz Domicio Proença Filho, citando a carta de Pero Vaz de Caminha. Quem nunca teve curiosidade de saber o motivo de falarmos o português do jeitinho que falamos hoje? Por que tão diferente do português de Portugal? E por que tantos dialetos diferentes se estamos num mesmo país? Todas essas questões são alvo de estudo de Domicio Proença Filho, imortal da Academia Brasileira de Letras, em seu livro "Muitas línguas, uma língua - a trajetória do português brasileiro". A obra, resultado de 15 anos de pesquisa, acaba de ser lançada pela editora José Olympio, do grupo Record.
No princípio, foi o gesto, a música, a dança, diz Domicio Proença Filho, citando a carta de Pero Vaz de Caminha. Quem nunca teve curiosidade de saber o motivo de falarmos o português do jeitinho que falamos hoje? Por que tão diferente do português de Portugal? E por que tantos dialetos diferentes se estamos num mesmo país? Todas essas questões são alvo de estudo de Domicio Proença Filho, imortal da Academia Brasileira de Letras, em seu livro "Muitas línguas, uma língua - a trajetória do português brasileiro". A obra, resultado de 15 anos de pesquisa, acaba de ser lançada pela editora José Olympio, do grupo Record. . Foto:


/No princípio, foi o gesto, a música, a dança, diz Domicio Proença Filho, citando a carta de Pero Vaz de Caminha. Quem nunca teve curiosidade de saber o motivo de falarmos o português do jeitinho que falamos hoje
No princípio, foi o gesto, a música, a dança, diz Domicio Proença Filho, citando a carta de Pero Vaz de Caminha. Quem nunca teve curiosidade de saber o motivo de falarmos o português do jeitinho que falamos hoje? Por que tão diferente do português de Portugal? E por que tantos dialetos diferentes se estamos num mesmo país? Todas essas questões são alvo de estudo de Domicio Proença Filho, imortal da Academia Brasileira de Letras, em seu livro "Muitas línguas, uma língua - a trajetória do português brasileiro". A obra, resultado de 15 anos de pesquisa, acaba de ser lançada pela editora José Olympio, do grupo Record.. Foto por
/Autora do best-seller
Autora do best-seller "A cicatriz de David", Susan Abulhawa traz agora, pela editora Bertrand Brasil, "O azul entre o céu e a água". A narrativa vai do mágico ao terrivelmente real, ao contra a trajetória de uma família ao longo de quatro gerações, tendo a Palestina como pano de fundo. Um prato cheio para quem gosta do mix drama com romance histórico.. Foto por
/Quem for apaixonado por romances britânicos, não pode perder o lançamento da republicação de
Quem for apaixonado por romances britânicos, não pode perder o lançamento da republicação de "Mary Barton", da romancista inglesa Elizabeth Gaskell, referência do gênero no século 19. No enredo, a autora revela a luta de classes entre trabalhadores e patrões vigente na cidade de Manchester da época. A publicação no Brasil é da Record.. Foto por

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas