Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Ex-BBB Victor Hugo diz que só tentou embarcar em avião porque já estava curado da covid-19

O psicólogo contou que ficou 'constrangido' com a situação

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 27 de dezembro de 2020 - 16:14
O psicólogo chegou a ficar internado na UTI por conta da doença
O psicólogo chegou a ficar internado na UTI por conta da doença -

Na madrugada deste domingo (27), o ex-BBB Victor Hugo contou, nas redes sociais, sua versão sobre o flagra feito na última sexta-feira (25) em que ele é visto em um aeroporto de Alagoas tentando embarcar em um vôo para o Maranhão horas depois de receber alta hospitalar por causa da covid-19. O psicólogo chegou a ficar internado na UTI do Hospital Metropolitano de Alagoas. De acordo com o ex-BBB, ele só tentou viajar porque já estava curado.


"Fui orientado pela equipe médica que me acolheu nos últimos dias que eu já não apresentava mais nenhum sintoma de Covid, estando curado e por isso me deram alta. Me orientaram que eu deveria ir para casa, repousar. Meu voo estava marcado para à noite e, como ainda não me sentia totalmente bem disposto, principalmente dor nas pernas pela quantidade de dias que fiquei internado e devido à própria UTI, fiquei receoso quanto a viagem", disse Victor Hugo.


Ele contou que tentou entrar em contato com aeroporto para remarcar a passagem, mas não teve sucesso. Por isso, decidiu ao local para fazer o procedimento presencialmente. 


"Foi autorizado meu embarque. Recebei meu ticket, passei normalmente por todos os protocolos de segurança do aeroporto (...). A todo instante ressalto não tossi e fiz uso contínuo de máscara e álcool em gel", escreveu. Porém, em fotos que circulam nas redes sociais, é possível ver que Victor Hugo aparece sem máscara.


O ex-BBB contou que um agente solicitou que ele fosse até ao guichê para apresentar documentos para poder realizar a viagem, mas ele tinha somente a alta hospitalar em mãos.

"Percebi que houve pessoas que se sentiram incomodadas com minha presença e pouco depois um agente solicitou que eu o acompanhasse novamente ao guichê. Me pediram para que eu apresentasse documentos para poder viajar. Eu não tinha conhecimento sobre a necessidade de tais documentos e, até então, em nenhum momento a companhia aérea me solicitou qualquer necessidade de documento", contou.


O psicólogo terminou dizendo que ficou constrangido com a situação e que está afastado das redes sociais por conta de um 'processo psicológico intenso'.


"Fiquei extremamente constrangido com a forma de condução da companhia visto que me coloquei à disposição (...). Minha preocupação é 100% com a minha saúde e de meus familiares, portanto tenho seguido em isolamento desde sexta-feira em hotel em Maceió. Local onde ficarei até data ainda não determinada. (...) Estou em um processo psicológico intenso devido aos últimos dias e por isso longe das redes sociais", finalizou.

Matérias Relacionadas