Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0932 Euro up 5,2628
Search

Escritora e cantora gonçalense lança livro em live no Instagram

Saiba mais sobre a história da artista!

relogio min de leitura | Escrito por Ana Carolina Moraes | 17 de dezembro de 2020 - 09:17
Guidi e Alex estão juntos há oito anos
Guidi e Alex estão juntos há oito anos -

O município de São Gonçalo "dá a luz" a diversos talentos, sejam eles músicos, cantores e até mesmo escritores. Guidi Vieira, de 37 anos, é uma das gonçalenses que consegue ser tudo isso e mais um pouco. Na próxima sexta-feira (18), ela fará uma live em seu Instagram (@guidivieira), às 19h, para cantar canções, entreter os internautas e, principalmente, divulgar seu novo livro denominado "Amanhã é que fica bom". 

O novo livro de Guidi possui 12 contos e fala um pouco sobre a experiência humana. "O livro é separado em duas seções: Garganta e Estômago. A primeira seção fala sobre os nós na garganta, em geral, e a segunda seção fala sobre "comida", daí o título: "Amanhã é que fica bom", pois é a típica frase que falamos quando levamos um pedaço de bolo para casa, depois de uma festa, porque o bolo no dia seguinte fica ainda melhor", afirma ela. 

Guidi sempre que pode une seu trabalho de escritora com a sua música. Na pandemia, a artista vinha fazendo lives e animando o público de São Gonçalo e Niterói. Guidi começou a cantar em 2016 e participou de bandas. Ela já viajou pelo rock e pela MPB, mas, foi apenas em 2014, que Guidi lançou seu primeiro CD solo, denominado "Temperos". Neste ano, ela resolveu misturar os dois ritmos que adorava e criou "Outra língua", seu segundo CD solo, produzido por Pedro Costa, seu atual guitarrista.

Paralelamente à sua vida de cantora, Guidi começou a descobrir seu talento para a escrita em 2013, através de um blog. "Escrevi meu primeiro livro "Dois tempos" em 2016 com os textos que eu escrevia neste blog sobre minhas vivências na música. Tanto este primeiro livro quanto o segundo ("Outra língua") abordavam exclusivamente minha visão sobre tudo o que eu vivo neste meio: competitividade, clichês, alegrias, pressões. Eram assuntos que eu precisava trabalhar internamente, e apenas escrevendo sobre eles isso seria possível. A diferença do primeiro livro para o segundo é que no primeiro falei mais sobre minha experiência como intérprete, e no segundo falei mais sobre minha experiência como compositora", afirmou Guidi.

Depois disso, ela se aventurou no mundo da ficção em seu terceiro livro e começou a escrever textos curtos do gênero para seu quarto livro, o "Amanhã é que fica bom". 

Guidi resolveu lançar seu livro através de uma live, pois, segundo ela, é "um momento em que eu mato um pouco as saudades dos shows, e acabo também matando um pouco as saudades dos amigos. Eu fico na torcida para que as pessoas entrem na live para ouvir um pouco de música e acabem também se interessando pelo livro: eu acho que quem gostava de ler meus textos sobre música pode acabar curtindo também essas mini ficções". 

A cantora pretende ainda lançar novas músicas e ela já está escrevendo seus dois próximos livros.

Artista plástico

Para quem acha que o talento na família de Guidi é apenas dela, está enganado! Alex Frechette, 42 anos, é marido de Guidi, mas também é artista plástico e escritor. Na live de Guidi próxima sexta-feira (18), ele também falará sobre o lançamento de seu livro denominado "Alex Frechette 2018-2020".

Este é o 17° livro do artista, que busca, em sua nova obra, reunir sua produção artística em uma forma de catálogo. "São pinturas, desenhos, objetos e manipulações fotográficas cuja temática gira em torno da garantia dos direitos humanos e contra os preconceitos arraigados na sociedade brasileira", afirmou ele, que comercializará seu livro através de seu Instagram (@alex_frechette).

Alex começou a escrever em 2013, com um livro de poesias. "Comecei a escrever por vontade de expressar angústias internas, e ao mesmo tempo via na literatura uma forma de contato com a arte onde todos os assuntos poderia ser abordados de forma livre. De lá para cá lancei livros de poesia, literatura, contos, memórias, minha dissertação de mestrado e outros", afirmou ele.

Alex estará na live de Guidi falando um pouco também sobre o seu trabalho. O artista plástico já pensa em fazer um próximo livro, mas ele espera poder lançá-lo de forma presencial.

*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Matérias Relacionadas