Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

BBB 21 bate todos os recordes de faturamento dois meses antes da estreia

Faturamento pode chegar a meio bilhão de reais

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 30 de novembro de 2020 - 16:02
Anunciantes têm entrado em fila para conseguir espaço publicitário no programa
Anunciantes têm entrado em fila para conseguir espaço publicitário no programa -

O mercado publicitário tem grandes expectativas para 21ª edição do Big Brother Brasil. O reality show, que foi visto por mais de 37 milhões de pessoas diariamente na edição deste ano, tem atraído cada vez mais empresas, que já fazem fila para comprar um espaço no programa. Na última semana, a Globo vendeu a última cota de patrocínio e já acumula o recorde histórico de R$ 470 milhões em receita bruta com o BBB.

Em 2020, só com cotas de patrocínio a emissora já elevou o faturamento do programa em 55%. O potencial de receita do plano comercial de 2021 é de R$ 522,350 milhões.

A final do programa deste ano também foi disputada pelos anunciantes. Por conta disso, a diretoria comercial da Globo decidiu ousar criando mais uma cota de patrocínio. A próxima edição terá sete cotas de patrocínio, não mais seis, sendo três cotas 'Big', de R$ 78 milhões cada, e quatro cotas 'Anjo', de R$ 59 milhões.

Além das cotas principais, também há outras opções, como a cota dos anunciantes no Almoço do Anjo e o Mercado do BBB (de R$ 18 milhões cada). Há também quatro cotas de participação (de R$ 4 milhões cada) para anúncios de 30 segundos nos intervalos do reality.

Até a última sexta-feira (27), dez anunciantes estavam na fila para ações de merchadising no BBB 21. Porém, eles ainda dependem de oportunidades a serem criadas pela equipe comandada por Boninho.

A edição do próximo ano será a mais longa. Com 100 episódios, o reality estreia em 25 de janeiro e encerra no dia 4 de maio.

Matérias Relacionadas