Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0932 Euro up 5,2634
Search

É o Tchan: Jacaré revela que chorava em camarim por mídia destacar apenas Carla Perez

Segundo ele, num grupo com quatro pessoas negras somente Carla tinha atenção

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 24 de novembro de 2020 - 20:02
Segundo ele, a tristeza também era compartilhada por outros integrantes da equipe de axé
Segundo ele, a tristeza também era compartilhada por outros integrantes da equipe de axé -

Em entrevista online com o dançarino Yves Lorrhan, o ex-integrante do grupo de axé 'É o Tchan', Jacaré contou que costumava chorar no camarim em razão da mídia somente dar destaque a Carla Perez, em um grupo com quatro pessoas negras.

O dançarino, cujo nome real é Edson Cardoso, também revelou que a tristeza também era compartilhada por outros integrantes da equipe de axé.

"Dentro da TV, todo mundo ia só em cima da Carla Perez. Não aparecia a gente, pois só queriam mostrar ela", acrescentou Jacaré, reconhecendo que a colega "não tinha culpa por isso".

"É culpa do sistema, da sociedade, que quer mostrar sempre a mulher. Eram quatro negros, eu, Beto, Compadre Washington e Débora [Brasil]. Chamavam sempre a loura, não a Débora", explicou o dançarino. "Teve programas que não queria fazer. Chegava no camarim e chorava muito", disse.

Edson também admitiu que na época, se chateava por pessoas, na época, presumirem que era ela gay pelo fato de dançar e rebolar no grupo de axé. Segundo ele, se sentia ferido 'pelo fato de as pessoas acharem que só o homem gay poderia remexer e rebolar'. 

Matérias Relacionadas