Mayra Cardi é intimada e não pode falar sobre ex-marido: "quem deve, teme"

A coach já havia falado sobre o tema na última semana

Escrito por Redação 04/08/2020 07:44, atualizado em 04/08/2020 08:50

O desentendimento entre o ex- casal Mayra Cardi e Arthur Aguiar parece que ainda continua dando o que falar. Isso porque, segundo o colunista Leo Dias, do site Metrópoles, a influenciadora e coach foi intimada judicialmente e está proibida de citar o nome do ex-marido desde a última sexta-feira (31). Para quem não se lembra, Mayra denunciou, após seu término com o ator, diversas situações complicadas que vivenciou com ele e afirmou que viveu um relacionamento abusivo. A ex-BBB, inclusive, contou que era traída por Arthur com frequência. Mayra também já mostrou prints de conversas do ator com suas possíveis amantes e sempre cita novos possíveis casos e situações.


Após receber a intimação, Mayra se posicionou sobre o tema através de uma nota. “Venho por meio desta esclarecer que fui intimada. Mas, acho que preciso dizer algumas coisas sobre esse burburinho a respeito da intimação. Antes de comentar sobre o que não pode mais ser dito, queria comentar sobre o que já foi falado. Até agora, tudo o que eu falei sobre o assunto relacionado à minha separação e às diversas traições foi comprovado: cada afirmação minha foi, primeiramente, verificada para saber a origem da informação antes de divulgá-la. Eu tenho relatos, prints e depoimentos de pessoas que contaram o que aconteceu. Eu sempre tomei o cuidado de não sair falando qualquer coisa", dizia a nota da coach.


Mayra ainda informou que ela não mentiu em nada do que falou e que acha que a proibição feita por Arthur na Justiça é natural, já que "quem deve, teme". "O ponto é: tudo o que eu disse até agora foram fatos e episódios que realmente aconteceram, e que até o presente momento NÃO foram desmentidos. Pelo contrário, todos foram confirmados, inclusive, pela ‘parte autora das traições’ — já que não posso falar nomes. Agora, quanto à proibição, é natural que se queira me proibir de falar: quem deve, teme. É um padrão desse tipo de pessoa, principalmente quando são pegas: se não conseguem desmentir, a única opção é tentar silenciar. Contra fatos, não há argumentos. Mas, em cumprimento à determinação judicial, não posso mais me manifestar sobre o assunto. A decisão será cumprida e todos os fatos esclarecidos no Poder Judiciário", afirmou a ex-BBB. 


A notícia da intimação de Mayra já havia sido dada, na última quarta-feira (29), por Erlan Bastos. No entanto, nessa ocasião, a influenciadora negou a situação judicial, pois ainda não havia sido notificada oficialmente do caso. Na época, Mayra desmentiu a possível intimação noticiada por Erlan.


"Acabei de ficar sabendo que está saindo uma notícia mentirosa, até então, que eu fui intimada, recebi uma liminar, que não posso falar o nome do Arthur Aguiar. Se fosse verdade não estaria falando Arthur Aguiar, Arthur Aguiar. Não é verdade, eu não recebi nada, estou podendo falar o nome dele", disse a influenciadora. 


Na época, Mayra ainda debochou e disse que se fosse intimada ela ainda poderá comentar de Arthur. “É só eu falar a palavra embuste que todo mundo vai entender sobre quem eu estou falando", disse Mayra na época. A notificação da Justiça só chegou na casa de Mayra na última sexta-feira (31).


Mayra e Arthur se separaram em maio deste ano. Juntos, os dois são pais da pequena Sophia, de 1 ano.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas