Carol de Niterói fala que funk a salvou: "eu morava num barraco sem porta"

A cantora contou que, com 15 anos, não tinha motivação de vida

Enviado Direto da Redação
A cantora falou sobre sua paixão pela música

A cantora falou sobre sua paixão pela música

Foto: Divulgação

A funkeira Mc Carol de Niterói usou suas redes sociais na noite de ontem (25) para relembrar como o funk mudou sua vida para melhor. A cantora postou um vídeo onde fala sobre o tema. A postagem em questão é apenas um trecho de uma entrevista que Carol de Niterói deu para a plataforma de música Tidal, que ocorreu no último ano. A cantora participou do quadro For the Cultura Brasil, que entrevista artistas brasileiros que falam sobre suas carreiras e seus projetos, a atração já contou também com entrevistas de Luísa Sonza, de Mc Rebecca, dentre outros.


A cantora Carol de Niterói postou o trecho em que relata um pouco de como era sua vida antes do funk. "O funk salvou a minha vida porque, sinceramente, eu não tinha objetivo nenhum de vida, eu não tinha mais sonhos, não tinha planos", contou Carol.


No trecho, ela ainda fala que morava em uma casa que não tinha janela, nem piso, nem porta. "Eu morava num barraco de um cômodo, sem porta, sem janela, sem piso. Eu, com 15 anos, a vida nem fazia mais sentido pra mim, sabe?", relatou a funkeira.


Carol aproveitou para dizer que o funk a deu motivação para continuar a vida. "E o funk fez isso comigo, tá ligado? Me deu uma motivação de viver mesmo, de viver, de querer, tipo: "Caraca, como vai ser meu futuro?" Ele salva. Ele salvou vários jovens, muitos. E continua salvando, tá ligado?", concluiu a cantora no vídeo em questão.


Mc Carol de Niterói, que já quis ser policial, começou sua carreira na música após ganhar uma competição de dança em uma festa na comunidade do Morro do Preventório, em Niterói, onde foi nascida e criada. Depois de ser aplaudida pelo público na apresentação, a cantora descobriu que gostava do palco e começou a compor e a se dedicar a música. Hoje, Carol é funkeira, cantora, compositora e ativista e faz músicas que falam sobre sexualidade e temas sociais de forma leve e com um pouco de humor.


O vídeo publicado por Carol causou comoção de seus fãs nas redes sociais, que compartilharam histórias de vida deles mostrando que a música realmente pode mudar vidas, como afirmou a funkeira. "A música salva!!! Estive no buraco, pq sofria violência psicológica com meu ex marido... daí separei e caí na quarentena, nesse período estudei, aprendi a produzir música eletrônica e tocar. Renasceu a alegria e felicidade, voltei a ter prazer em assitir filmes , ler e amar a vida. Hj sou a Sissi, tocando, fazendo lives e sendo feliz...(sic)", escreveu uma seguidora de Carol. Uma outra fã da cantora disse que ela inspira as pessoas. "Não posso dizer que sou fã da música pq sinceramente não ouvi o suficiente (ainda). Mas olho pra vc, te leio, te ouço falar e sinto uma esperança no coração. Não é todo mundo que inspira isso nas pessoas. Obrigada!(sic)", escreveu outra internauta na página de Carol.

Veja também