PC Siqueira deleta canal no Youtube após ser acusado de pedofilia

Youtuber foi acusado de receber fotos de uma criança de seis anos nua

Enviado Direto da Redação
O youtuber mantinha um canal na plataforma há mais de 10 anos

O youtuber mantinha um canal na plataforma há mais de 10 anos

Foto: Reprodução/Redes Sociais

O youtuber e influencer Paulo César Siqueira (PC Siqueira) deletou nesta terça-feira (16) o canal que mantinha no Youtube por mais de 10 anos. A decisão é resultado das acusações de pedofilia feitas por um perfil no Twitter. Na última semana, o youtuber chegou a negar as acusações e alegou ser vítima de uma 'articulação criminosa'.

"Confesso que fiquei chocado, atordoado e passei por um dos piores momentos da minha vida. Ninguém imagina um dia ver seu próprio nome envolvido com um crime abominável", escreveu.

PC está sendo investigado por conta de supostas conversas em que ele teria recebido imagens de uma criança de seis anos nua. As fotos teriam sido enviadas pela própria mãe da criança.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública, a denúncia feita pelo perfil "ExposedEmo" está sendo apurada pela 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Veja também