Rita Cadillac fala sobre críticas após pedir o auxílio emergencial: "Chorei"

A ex-chacrete afirmou que hoje mora de aluguel

Enviado Direto da Redação
Ex-chacrete hoje tem 66 anos

Ex-chacrete hoje tem 66 anos

Foto: Divulgação

A ex-chacrete Rita Cadillac está sofrendo ataques nas redes sociais desde que divulgou que pediu o auxílio emergencial do governo federal para ajudar com suas despesas. Sobre o tema, Rita vem se defendendo constantemente de ataques e afirma que solicitou o auxílio, pois precisava de ajuda durante a pandemia do novo coronavírus.


"Chorei com as agressões que sofri por ter recebido o auxílio emergencial. Não fui eu que me aprovei, foi o governo. As pessoas têm de ponderar, não sou considerada uma artista de classe A, minha casa é simples, moro de aluguel", disse Rita em entrevista à revista Veja sobre as agressões que vem sofrendo nas redes sociais. Após isso, Rita, de 66 anos, concluiu: "Não tem entrado um real na minha conta", finalizou Rita.  


Sobre seus planos para após a pandemia, a ex-chacrete afirma que quer trabalhar e que espera que o mundo mude para o melhor.


"Não sei se a pandemia vai transformar o mundo para o bem, mas espero que sim. Quanto a mim, o que vai mudar é a vontade de trabalhar. Se antes já era muita, com o fim da crise ela vai dobrar. Pode ter certeza", afirmou.

Veja também