Traficantes estampam rosto de Ludmilla em embalagens de maconha

Droga está sendo vendida na Cidade de Deus

Enviado Direto da Redação

A imagem da cantora Ludmilla está sendo veiculada junto a venda de maconha na comunidade da Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro. Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, as trouxinhas de maconha com 15g estão sendo vendidos com o rosto da funkeira na embalagem e o produto foi batizado como "A braba", custando apenas R$ 35.


Essa situação está acontecendo devido a repercussão da música de Ludmilla, 'Verdinha', onde a letra induz o ouvinte a entender que a planta que ela canta se refere a maconha. No lançamento da música, a assessoria da cantora havia afirmado que a 'verdinha' se referia a uma plantação de alface.


A música tem levado mais prejuízo para a cantora do que bons resultados. Além de ser duramente criticada pela letra, ela ainda perdeu o contrato com uma marca. Lud chegou a falar sobre o caso em seu Instagram em dezembro:  “Que loucura essas marcas que falam de diversidades e cancelam uma campanha por puro preconceito”. 


A assessoria de Ludmilla informou em nota que: " A cantora Ludmilla, através de sua assessoria jurídica, representada pelo advogado José Estevam Macedo Lima, vem a público externar veemente repúdio a veiculação da imagem da cantora ao uso e comercialização de entorpecentes.


Com efeito, a cantora tem sido alvo de uso indevido de sua imagem que constitui flagrante violação aos seus direitos da personalidade, que lhe são assegurados pelo Código Civil Brasileiro.


Por fim, a cantora esclarece que não poupará esforços para adotar todas as medidas cíveis e criminais que se fizerem necessárias, de modo a repelir e responsabilizar os autores das veiculações do conteúdo a seu respeito."

Veja também