Aplicativo 'Bamboleio' promete ser a 'Netflix' dos livros infantis

App é voltado para crianças e adultos que leiam com crianças na primeira infância

Enviado Direto da Redação


Interessados em movimentar o mercado editorial infantil, Padmini e Victor Mello criaram, há pouco mais de três anos, o Bamboleio como um blog, produtor de conteúdo sobre literatura infantil e mediação de leitura.


Incubados no Rio Criativo, programa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, o projeto vem ganhando maiores proporções desde o fim de 2018 e se tornou um aplicativo, hoje disponível para Android e iOS.


O aplicativo Bamboleio é uma plataforma digital de literatura infantil para crianças na fase de letramento e para adultos que leiam com crianças na primeira infância. O app oferece um extenso acervo de livros, junto a um material de apoio para o adulto mediador da leitura. A plataforma funciona como um streaming de livros para crianças, que podem ser lidos em celulares e tablets, como uma “Netflix de livros infantis”.


O Bamboleio já tem mais de 20 editoras parceiras e um catálogo em expansão, a partir também da associação com autores independentes. Quem já é um leitor autônomo pode criar um perfil próprio, mas o Bamboleio valoriza muito a leitura compartilhada em família, em que crianças e mediadores dividem a experiência literária.



Um dos objetivos dos fundadores é dar novas oportunidades de acesso ao universo da literatura infantil por meio do recurso digital. “A produção de livros para crianças no Brasil é enorme e de grande qualidade. Mas infelizmente ainda temos pouquíssimas cidades com livrarias de qualidade e a maioria das crianças simplesmente não conhece essas obras”, pondera Padmini, que é também escritora de literatura infantil.



Victor e Padimini apostam na plataforma digital e acreditam que, mais do que proibir ou negar, é preciso pensar como e quando o encontro da criança com a tecnologia vai acontecer. O adulto (escola e família) deve mediar essa relação e não se ausentar dela.


“É preciso, desde cedo, ensinar a usar as ferramentas digitais como canais de acesso a conteúdos de qualidade e para ações que contribuam para o bem social”, opinam os jovens empreendedores. O aplicativo aposta em livros com uma linguagem que esteja em diálogo com a forma como a criança vive e enxerga o mundo, que seja capaz de formar um sujeito sensível, imaginativo e criativo.



O grande diferencial da plataforma é sua curadoria, focada em livros artísticos, que podem contribuir para uma educação sensível e criativa das crianças. Atentando às demandas sociais atuais, os livros são divididos por temas relevantes, como protagonismo negro, cultura indígena, temas delicados, diversidade e outros.



Hoje, com parcerias com pequenas editoras, o catálogo especial dá acesso a livros mais difíceis de serem encontrados. “Desde o blog, nosso sonho sempre foi o de espalhar a beleza dos livros. E agora esse sonho está se tornando realidade. Estamos contribuindo para que a literatura chegue a mais famílias. E estamos falando de uma literatura que não está disponível nas grandes livrarias, pois nossos principais parceiros são editoras pequenas e independentes”, explica Victor.


Os livros são divididos por categorias de interesse do adulto e da criança. E também é possível marcar seus livros favoritos e acessar suas últimas leituras. A plataforma disponibiliza ainda links para compra da versão impressa dos livros, já que a intenção não é competir com os livros impressos, mas sim, aproveitar o potencial do digital para alcançar mais pessoas.


“Sabemos dos benefícios do digital e da praticidade de sempre ter um livro na bolsa, por exemplo, mas acreditamos que o foco em livros artísticos para uma educação sensível e criativa e o foco em temas relevantes, aliados a um acesso prático e integrado ao cotidiano, é que são nossos principais diferenciais”, diz Padmini.


O aplicativo Bamboleio pode ser degustado gratuitamente por 14 dias. Depois deste prazo, a assinatura custa R$19,90.


contato@bamboleio.com.br


www.bamboleio.com.br


IG: @bamboleioapp


FB: @bamboleiolivroinfantil 

Veja também