Oficina Social de Teatro apresenta 'Casa de Bonecas' em Niterói

Espetáculo acontece na próxima quarta-feira (23)

Enviado Direto da Redação
 A peça conta a história de Nora que é esposa de Helmer, um diretor de banco, que a enxerga como inocente e inútil

A peça conta a história de Nora que é esposa de Helmer, um diretor de banco, que a enxerga como inocente e inútil

Foto: Divulgação


Com direção artística de José Geraldo Demezio a Oficina Social de Teatro traz o espetáculo “Casa de Bonecas”, em uma adaptação do texto original de Henrik Ibsen. Lançada pela primeira vez em 1897, esta é uma obra em que o feminino é aflorado por meio de Nora, uma protagonista muito marcante.O espetáculo acontecerá na próxima quarta-feira (23), às 18h30 no Teatro Eduardo Kraichete, em Icaraí. 


 A peça conta a história de Nora que é esposa de Helmer, um diretor de banco, que a enxerga como inocente e inútil. Porém, quando ele se encontra com uma grave doença, é ela que faz de tudo para salvá-lo, inclusive mentindo para ele. Entretanto, quando Helmer descobre, a repudia e humilha. Então ,Nora se revolta pela humilhação e pela forma inferior como é vista pela sociedade e decide deixar marido e filhos.


“Com essa nova montagem, buscamos refletir sobre a condição da mulher na sociedade atual, em uma tentativa de atualizar o texto do século XIX, já que muitas questões permanecem”, diz o diretor José Geraldo Demezio, que dirige este elenco predominantemente feminino.


Esta edição da mostra tem uma grande novidade: a OST fará uma grande campanha de formação de plateia através da oferta de ingressos gratuitos para estudantes da rede pública de ensino de Niterói e pessoas ligadas a ONGs e instituições de caridade em geral. “A mostra tem como fator prioritário discutir temas que são importantes à sociedade, tendo no palco uma excelente arma favorável à reflexão. Ao oferecer boa parte de seus ingressos, a OST cumpre com um de seus pilares de missão que é oferecer teatro de qualidade a todos colaborando, com isso, com formação de uma sociedade mais justa e igualitária”, diz Demezio, que também é o diretor da instituição.


Os ingressos custam R$ 15 se comprados com alunos ou  R$40 (inteira) R$ 20 (meia), na hora do espetáculo. Para mais informações bata ligar para o número 2721-0468.

Veja também