Marejada cultural dos Pescadores Tradicionais de Itaipu

O evento está na sua 5ª edição

Enviado Direto da Redação
O evento está na sua 5ª edição

O evento está na sua 5ª edição

Foto: Divulgação

Nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, a “Associação Livre dos Pescadores e Amigos da Praia de Itaipu” promove a 5ª edição da Marejada Cultural.  Além da cozinha típica, a tradicional festa, selecionada na 1ª edição do Ações Locais da Cultura Niterói, vai ter exibição de documentários e apresentação de grupos musicais. Além disso, o público vai poder acompanhar corridas de barcos, futebol, gincana e campeonato de dominó com a participação de pescadores, familiares e moradores da comunidade pesqueira.  


No festival gastronômico, 8 barracas vão preparar deliciosos frutos do mar, à base de peixes, mexilhões, polvos e lulas. A Marejada Cultural tem o objetivo de dar visibilidade às tradições festeiras dos fundadores da aldeia que deu origem a Vila de Pescadores e ao Bairro de Itaipu, além de incentivar a proteção dos recursos naturais e sua conservação, potencializando o desenvolvimento ecológico, os aspectos históricos e socioculturais da Região Oceânica.  


Programação:


Dia 31 de agosto (sábado)


Das 9h às 18h - Museu de Arqueologia de Itaipu


O Museu de Arqueologia de Itaipu apresenta as exposições Percurso do Tempo: Revelando Itaipu; Faces de Itaipu: As Expressões do Passado pelas Lentes de Ruy Lopes; e Herança da Terra. Todas abordando as temáticas com as quais o museu trabalha que são as ocupações pré-históricas locais, as comunidades tradicionais da região e o histórico do Recolhimento de Santa Teresa, local onde o museu se situa.


09h - Torneio de futebol


local: Areia de Praia - Canto de Itaipu


A paixão nacional tendo como campo as areias da praia de Itaipu, em uma tradicional e divertida pelada à beira-mar. 


10h - Torneio de canoagem de pesca


local: Areia de Praia - Canto de Itaipu


Serão três canoas, com quatro competidores cada uma, disputando qual a mais veloz na remada do mar, resgatando como esporte uma tradição dos pescadores de Itaipu. 


11h - Roda de conversa: Economia Solidária no Canto de Itaipu:  memória e re (existência) 


local: Museu de Arqueologia de Itaipu


Considerando as diversas tradições e experiências de economia solidária nesta comunidade, tais acontecimentos culturais e sociais ganham novos significados ao longo do tempo.  Presença de lideranças locais, movimentos sociais e frentes parlamentares. 


Das 14h às 15h30 e das 16h às 17h


Samba com Paulo Zerbini


Cantor, compositor, instrumentista e percussionista, Zerbini é nascido e criado no bairro de Santa Rosa. Frequentou escolas de samba como Acadêmicos do Cubango e de rodas de Samba da cidade como “do Beltrão”, “Candongueiro”, “Quintal do Parque”, entre outras. No repertório, grandes sucessos do samba de raiz e MPB, como: Wilson das Neves, Zé Keti, Chico Buarque, João Nogueira, Beth Carvalho, Almir Guineto, Djavan, João Gilberto, Gonzaguinha, entre outros.


Formação: Vitinho (surdo,tantã e voz), Fabio Vasconcelos (violão e voz), Robertinho (cavaquinho e voz) e Rodrigo Phrango (pandeiro, percussão geral e voz) e Paulo Zerbini (repique de mão e voz).


18h - Cineclube: Mostra de Cinema do Mar:Caiçaras àsmargens do Brasil + curtas-metragens


local: Museu de Arqueologia de Itaipu  


O documentário aborda a vida e a cultura da população caiçara que reside no litoral sul do estado do Rio de Janeiro e em várias comunidades espalhadas por toda a costa do estado de São Paulo. O trabalho revela os fatores que colocam em risco suas tradições, como turismo excessivo, especulação imobiliária, grilagem de terras, implantação de parques de conservação em locais habitados tradicionalmente por esse povo e ameaça da indústria petrolífera. (duração: 88 minutos).


18h - Marejada Reggae 19 


Criada a partir da reunião de amigos, a banda nasceu na programação da Marejada Cultural edição 2019.Formada por músicos com ampla bagagem musical em Niterói, o grupo traz em seu repertório canções clássicas nacionais e internacionais que falam de justiça, de amor, de resistência, do mar e da natureza.


Formação: Mario Seixas (voz), Paulinho Ganaê (voz), Careca Camillo (voz e violão), Fabinho Muniz (bateria), Fabio Azevedo (baixo), Marvin Foster (guitarra), Ricardinho Andrade (Guitarra). 


Dia 1 de setembro (domingo): 


9h - Torneio de Dominó


local: Bar da Nazé  


O esporte preferido entre os pescadores nos dias em que o mar não está para peixe 


10h - Roda de Capoeira, Grupo Centro Cultural Senzala, Contramestre Tetel (Quintal dos Pescadores)


11h - Bia Bedran


Atração infantil



Bia Bedran apresenta seu espetáculo musical composto de histórias, brincadeiras, suas canções já conhecidas junto às crianças e educadores e outras inéditas. Valorizando a presença física dos livros como dentro de uma grande biblioteca, os contos e as personagens ganham vida numa contínua viagem musical. Na percussão, Paulão Menezes; na rabeca, no bandolim e vocais, Guilherme Bedran; no acordeon, teclado e vocais, Tadeu Santiago; e o seu inseparável violão carinhosamente chamado por ela de João Sebastião Benedito de Souza.


Das 11hàs 18h - Museu de Arqueologia de Itaipu


11h - Roda de conversa: Roda de Mulheres


local: Museu de Arqueologia de Itaipu  


O encontro tem como objetivo apresentar e debater as mudanças e permanências experimentadas no cotidiano destas mulheres, bem como suas relações com a pesca, família e a comunidade do entorno, mediante o desenvolvimento de suas vivências e consequente pertencimentos, em meio ao espaço da praia de Itaipu. Este encontro será mediado pelo antropólogo Professor Ronaldo Lobão, da Universidade Federal Fluminense (UFF), com intuito de registrar os relatos e testemunhos relativos à história dessas mulheres, que trazem consigo mais de meio século de tradições, memórias e transformações.


Das 14h às 15h30 e das 16h às 17h


Samba com Paulo Zerbini


Cantor, compositor, instrumentista e percussionista, Zerbini é nascido e criado no bairro de Santa Rosa. Frequentou escolas de samba como Acadêmicos do Cubango e de rodas de Samba da cidade como “do Beltrão”, “Candongueiro”, “Quintal do Parque”, entre outras. No repertório, grandes sucessos do samba de raiz e MPB tais como: Wilon das Neves, Zé Keti, Chico Buarque, João Nogueira, Beth Carvalho, Almir Guineto, Djavn, João Gilberto, Gonzaguinha, entre outros.


Formação: Vitinho (surdo, tantã e voz), Fabio Vasconcelos (violão e voz), Robertinho (cavaquinho e voz) e Rodrigo Phrango (pandeiro, percussão geral e voz) e Paulo Zerbini (repique de mão e voz)


Das 15h30 às 16h


Lançamento da Campanha pela Aprovação do Projeto de Lei: Gari do Mar; Caça à Pesca Fantasma Local: Palco dos Shows Artísticos descrição: Uma parcela significativa de artefatos de pesca como redes, linhas e anzóis são perdidas ou simplesmente abandonados erroneamente no ambiente marinho. Todo este material descartado no mar continua a capturar animais marinhos, perdendo, assim, sua função social e reduzindo a capacidade pesqueira local. O Projeto de Lei prevê a localização e a retirada destes resíduos sólidos subaquáticos. Presença confirmada de: Leonardo Giordano - autor do projeto de lei


Caio Salles - programa de pós graduação em Ecoturismo e Conservação pela UniRio e Instituto Mar Urbano


18h - Cineclube: Mostra de Cinema Mar: BAÍA URBANA + curtas-metragens


local: Museu de Arqueologia de Itaipu  


O documentário exibe a vida marinha resiliente de um ambiente maltratado pela poluição diária, com despejo de esgoto e de lixo. O diretor Ricardo Gomes teve a ideia de filmar o fundo do mar após observar diversas críticas internacionais sobre a baía no período que antecedeu as Olimpíadas do Rio. (duração: 73 minutos)


18h - Rafael Lira


Músico de Niterói, sempre esteve presente na cena da noite com intérprete, produtor fonográfico e violonista. No repertório, clássicos do Nordeste brasileiro como Alceu Valença, Geraldo Azevedo, João do Vale, Zé Ramalho entre outros. Mesclando também com a sonoridade do Blues, Folk e Rock n roll


Formação: Rafael Lira (voz e violão), Alex Loureiro (guitarra e baixo), Arthur Solano (guitarra e violão) e Fabricio Figueiredo (bateria)


Participaçoes : Mauricio Xerife na Gaita e Isaías


PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO:


deliciosos pratos com frutos do mar preparados pelas famílias de pescadores. 

(unidades/ porções de R$5,00 a R$40,00) 


CARDÁPIO:


Bobó de Camarão - Nazé

Linguiça de Camarão - Rafael

Polvo – Erika

Lambe Lambe - Nicinho

Bolinho de Peixe e Panqueca - Dorinha

Pastel de Mexilhão - Diele

Lula a Dorê - Marcelo

Sardinha Frita - Gete

Doces Caseiros - Márcia

Hambúrguer de Peixe - Elaine


Serviço


Marejada Cultural dos Pescadores de Itaipu

Data: 31 de agosto e 1º de setembro de 2019

Horário: das 9h às 21h

Local: Praia de Itaipu e Museu de Arqueologia de Itaipu – Praça de Itaipu, sem número

Veja também