Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1627 Euro up 5,4318
Search

São Gonçalo sedia festival de bandas escolares

Serão vinte duas bandas inscritas de dez municípios diferentes

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 22 de junho de 2022 - 09:44
São Gonçalo sediará festival de bandas escolares na cidade
São Gonçalo sediará festival de bandas escolares na cidade -

Com 22 bandas inscritas de 10 municípios diferentes, o 35º Festival de Bandas Escolares acontece no próximo sábado (25), às 9h, no Colégio Municipal Estephânia de Carvalho, no bairro Laranjal. O festival é uma comemoração dos 35 anos da banda Companhia de Artes Musicais Força e Garra, que é composta por alunos e ex-alunos do colégio. Nesta terça-feira (21), parte do conjunto se reuniu na quadra para os retoques finais antes da apresentação.

Composta por 45 alunos do Colégio Municipal Estephânia de Carvalho e 25 ex-alunos que resolveram continuar a história musical, a banda é regida pelos maestros Heloisio Costa e Leonardo Moraes, professores de música da unidade. Para fazer uma reflexão sobre momento de pandemia que o mundo atravessa, a banda apresentará, no sábado, a música ‘Além do Rio Azul’, composta por Carlos A. Moysés. 

“A expectativa é de rever os amigos, as corporações de outros municípios, como se fosse um renascer mesmo, recomeçando depois destes dois anos de pandemia. Como professor à frente da banda nesses 35 anos, é muito gratificante ver os alunos crescendo, se especializando em música e indo para o mercado de trabalho. Eu fico muito feliz de ter dado a base para eles e ter despertado o interesse pela arte”, contou o maestro Heloisio Costa.

O ex-aluno do colégio, Jhonatas Morett, tem 22 anos e é estudante de matemática. Ele iniciou na banda em seu primeiro ano na escola e explicou que o contato com a arte foi de extrema importância para a sua vida, tanto que ele decidiu manter sua participação no conjunto.

“Eu continuei a tocar porque aqui dentro eu conheci a banda marcial, a orquestra sinfônica e esse mundo artístico começou a fazer parte da minha vida. Quando eu saí da escola, eu me desliguei da banda e senti muita falta, então retornei. Se não fosse a banda da escola, essa introdução à cultura, eu não teria descoberto meu talento e não teria tido toda essa vivência musical”, afirmou Jhonatas.

Matérias Relacionadas