Caso Sthe Matos: O que aconteceu com o nariz da blogueira?

Especialista explica

Escrito por Redação 23/04/2022 11:12, atualizado em 23/04/2022 11:12
Sthe Matos
Sthe Matos . Foto: Divulgação

A digital influencer Sthefane Matos surpreendeu seus milhões de seguidores em 2021 ao aparecer constantemente nas redes com um curativo no nariz. Meses depois, a blogueira assumiu ter feito uma rinoplastia que não agradou e ao tentar refazer o procedimento para corrigir, sua cartilagem nasal não resistiu e caiu. Karen Gomes, referência em Rinomodelação, com atendimentos na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, explica por que isso aconteceu:

“Inicialmente, Sthe tinha um nariz negroide e um pouco grande, que foi reduzido e ficou pequeno demais em uma rinoplastia. Não tinha ponta, nem forma. Ela refaz a cirurgia, porém dessa vez aumentaram demais, deixando comprido. Como nosso corpo tem limitações, o ponto que é feito durante o procedimento arrebentou, expondo o tecido cartilaginoso já que a pele esticou demais.”

Tempo depois, a jovem viajou para São Paulo a fim de corrigir a segunda intervenção, em que ficou com o nariz aberto. Para fazer isso, precisou retirar cartilagem dos lábios e da orelha para cobrir esse erro, o que gerou uma diferença na coloração da pele.

O que ela deveria ter feito

Segundo Karen, especialista em realçar a beleza sem exageros, casos de reparos mínimos como de Sthe podem ser resolvidos através da rinomodelação:“Poderia ter sido feita uma intervenção mínima, para afinar um pouco a ponta e reduzir a largura com a rinomodelação. Como esse procedimento coloca a cartilagem em uma nova posição, não vai diminuir nem aumentar demais, portanto, não arrebenta a pele. Também não é feita a abertura do nariz, não há chance de romper um ponto.”

Em 2022, a blogueira anunciou em seu Instagram ter começado um tratamento para tentar recuperar a estrutura de seu nariz após participar do reality show “A Fazenda 13” (RecordTV).

O que seria melhor?

Como decidir entre rinomodelação e rinoplastia? A profissional em odontologia afirma a necessidade de ouvir o paciente: “É preciso ter uma conversa minuciosa e muita pesquisa para entender se realmente vale fazer uma rinoplastia. Por ser um procedimento invasivo, o tecido demora a voltar o que era antes. É necessário entender bem o que o paciente deseja.”

Karen afirma que ajustes mínimos não precisam de cirurgias expositivas, sendo possível realizar uma rinomodelação e obter resultados incríveis: “A chance de intercorrências, como a de Sthe, não acontecem nesse procedimento por não ser invasivo. No máximo, ocorre uma infecção pela falta de cuidado e tratamento.”

Karen alerta a importância de se pesquisar sobre o profissional antes de fazer qualquer procedimento estético, incluindo a rinomodelação:

“É essencial procurar casos e ouvir pacientes que já tiveram alguma experiência com o profissional, além de pesquisar sobre ele para entender se é realmente a pessoa certa e confiar em quem de fato escolhe. Independente da formação, as especializações fazem diferença sim e é preciso confiar no profissional escolhido”. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas