Unidos de Padre Miguel ressalta a importância de orixá do Tempo na Sapucaí

O desfile ocorreu nesta madrugada (22)

Escrito por Ana Carolina Moraes 22/04/2022 10:25, atualizado em 22/04/2022 11:18
om um pouco de demora, a escola entrou na Sapucaí cantando sore Iroko, o Orixá do Tempo
om um pouco de demora, a escola entrou na Sapucaí cantando sore Iroko, o Orixá do Tempo . Foto: Divulgação/Riotur.rio

Quem também falou sobre religião na Sapucaí foi a Unidos de Padre Miguel. Com um pouco de demora, a escola entrou na Sapucaí cantando sore Iroko, o Orixá do Tempo. No samba-enredo "Iroko – É Tempo de Xirê", a agremiação falou sobre como o orixá é controlador do tempo, mostrando respeito ao orixá e a tudo que ele representa nas religiões africanas. A escola foi a quinta a desfilar na avenida. 

Com um destaque para o tripé do início do desfile, a escola demonstrou uma harmonia e mostrou a que veio desde o primeiro momento na avenida.  Ao todo, a escola teve 3 carros e um pede passagem. Assim como 22 alas, como a 'Iamis, grandes mães semeadoras', 'Terra', 'A água', 'Fogo', 'Ar', mostrando a ligação do orixá com a sociedade e com o mundo que nos cerca. As fantasias da escola também foram bem executadas e fizeram sucesso na avenida. 

 

Com um destaque para o tripé do início do desfile, a escola demonstrou uma harmonia muito grande
Com um destaque para o tripé do início do desfile, a escola demonstrou uma harmonia muito grande | Foto: Divulgação/Riotur.rio
 


O samba falava sobre caminhos, perdão e salvação para as pessoas. "Ó, Tempo, ouça meu clamor: Conceda aos seus filhos o perdão e ao reluzir o opaxorô... Seu povo pede salvação!", dizia um trecho da canção.

O carro abre-alas denominado 'A grande árvore sagrada - orixá' também estava bastante destacado na avenida, no entanto, ele teve problemas e parou de funcionar durante o desfile, com isso, a escola pode perder pontos. Alguns membros da harmonia precisaram se unir para empurrar a alegoria. 

A Unidos de Padre Miguel teve Karina Costa como Rainha de Bateria deste ano. O presidente da escola, Renato Maroto, esteve presente no desfile. A canção da escola foi interpretada por Diego Nicolau e Guto. O mestre Dinho comandou a bateria.

Na última quarta-feira (20) desfilaram as primeiras sete escolas da Série Ouro: a 'Em Cima da Hora', a 'Acadêmicos do Cubango', a 'Unidos da Ponte', a 'Unidos do Porto da Pedra', a 'União da Ilha do Governador', a 'Unidos de Bangu' e a 'Acadêmicos do Sossego'. Juntamente com as escolas de ontem, as de hoje estão competindo para conseguir uma vaga no Grupo Especial no próximo ano. Nesta quinta-feira (21), antes da Unidos de Padre Miguel, desfilaram a Lins Imperial e a Inocentes de Belford Roxo, a Estácio de Sá e a Acadêmicos de Santa Cruz.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas