Filme de temática antirracista dirigido por Lázaro Ramos tem lançamento no Brasil travado pela Ancine

Longa teve sua produção concluída há mais de dois anos, ao longo dos quais participou de diversos festivais ao redor do mundo

Escrito por Redação 07/12/2021 11:50, atualizado em 07/12/2021 13:09
Lázaro Ramos, diretor do premiado "Medida Provisória"
Lázaro Ramos, diretor do premiado "Medida Provisória" . Foto: Reprodução Instagram

O longa “Medida Provisória”, primeiro na carreira de Lázaro Ramos como diretor, fará sua estreia nos cinemas brasileiros durante o Festival do Rio, no próximo dia 15. A obra teve sua produção concluída há mais de dois anos, durante os quais foi exibida em dezenas de festivais internacionais, acumulando diversos prêmios e críticas positivas. A demora para a reprodução da película em solo brasileiro deu-se em função de um entrave com a Agência Nacional do Cinema (Ancine), segundo nota da assessoria de comunicação do filme.

Baseada no espetáculo "Namíbia, não!", do dramaturgo Aldri Anunciação, a trama do longa de temática antirracista protagonizado por Taís Araújo, Seu Jorge e Alfred Enoch, se passa entorno de um governo que, com o suposto intuito de reparar as injustiças sociais criadas pelos mais de três séculos de escravidão no Brasil, determina que todos os pretos do país sejam despachados para a África. Apesar de parecer fictícia e extremamente atual, a história é baseada em fatos reais que se passaram nos Estados Unidos ao longo do século XIX, quando o governo norte-americano promoveu o despacho em massa de ex-escravos alforriados para a República da Libéria, após auxiliar na fundação do país africano.

Um marco de resistência, a obra foi duramente criticada por membros negacionistas do governo Bolsonaro (PL), entre eles, o próprio presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, que referiu-se a mesma como uma “lacração vitimista”.

Segundo a Trigo Agência de Ideias, responsável pela assessoria da película, ao longo de mais de um ano foram trocados dezenas de e-mails, checados o recebimento e andamento de protocolos e realizadas diversas consultas processuais com a Ancine. Ainda assim, o lançamento do filme não foi regulamentado frente ao órgão subordinado ao Ministério da Cidadania de João Roma (Republicanos).

“Medida Provisória segue impossibilitado de ter seu lançamento no Brasil apesar dos inúmeros recursos submetidos por suas produtoras e coprodutoras à Agência Nacional do Cinema (ANCINE) para que ele seja liberado em circuito comercial. Explicamos ainda que questões burocráticas seguem sem retorno conclusivo da agência desde novembro de 2020 – um ano antes de sua previsão inicial de estreia, que seria realizada no último mês de novembro. A equipe de 'Medida Provisória' segue confiante na Ancine e espera poder anunciar, em breve, uma data de lançamento para que todos os brasileiros possam conhecer o longa que tem em seu elenco nomes como Seu Jorge, Taís Araujo, Alfred Enoch, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Mariana Xavier e Emicida, além das centenas de profissionais que trabalharam nos bastidores sempre acreditando no cinema nacional.", explicou o comunicado.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas