Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2141 | Euro R$ 5,5468
Search

Brasileiros são mais limpos que resto da população mundial, aponta levantamento da P&G

Bons hábitos de higiene e cuidado pessoal do país são vistos com bons olhos pela indústria de higiene e cosméticos

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 31 de agosto de 2021 - 12:20
Crianças lavando as mãos em escola da rede pública
Crianças lavando as mãos em escola da rede pública -

Brasileiros são mais higiênicos que habitantes de outros países, segundo dados da multinacional americana Procter&Gamble (P&G), proprietária de marcas como Pampers e Oral-B. O fato é evidenciado pela prosperidade do setor higiênico no país. As informações foram divulgadas pel'O Globo.

A indústria da higiene pessoal foi uma das poucas que atravessaram a pandemia do novo coronavírus no Brasil sem nenhuma crise. Muito pelo contrário, o setor registrou um crescimento de 5,8% em 2020, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). Com o setor registrando alta de 4% no primeiro trimestre de 2021, a indústria continua crescendo no país e não mostra sinal de desaceleração.

A maior preocupação com higiene básica e cuidados pessoais em relação a outras regiões do mundo foram determinantes para esse crescimento. Durante a pandemia, vários países ao redor do globo registraram um aumento na compra de itens de cuidado pessoal como sabão e álcool em gel, mas no Brasil, essa elevação foi alavancada pelos traços culturais do país tropical.

Segundo dados da P&G, o brasileiro toma 8,5 banhos por semana e faz uso do desodorante por volta de duas vezes ao dia, em média. Nos Estados Unidos (EUA), por exemplo, se faz uso do desodorante 1,2 vezes e se toma banho menos de uma vez por dia, ou cerca de 6,5 vezes por semana, em média.

No Brasil, também foram registrados melhores hábitos de higiene bucal em relação ao resto do mundo, com os brasileiros escovando os dentes três vezes ao dia, o dobro da média global.

Além disso, o levantamento realizado pela P&G também mostrou um maior engajamento da população com a indústria de cosméticos. De acordo com a pesquisa no Brasil, 85% das mulheres acreditam que podem ter um corpo, um cabelo e uma pele melhor através do cuidado com o corpo e da utilização de produtos de beleza. Nos EUA, esse índice cai para 35%, evidenciando mais uma vez o abismo entre a higiene de brasileiros e estrangeiros.

Segundo a Presidente da P&G Brasil, as pesquisas mostram que o brasileiro é um povo muito limpo, e que seus traços culturais e sociais, só foram evidenciados pela chegada do COVID-19 ao país.

Matérias Relacionadas