'Festival pras bandas de cá' agita Niterói até 15 de agosto

Objetivo é reduzir os impactos econômicos causados pela pandemia do coronavírus no setor artístico da cidade

Escrito por Redação 27/07/2021 20:10, atualizado em 27/07/2021 20:56
Bilheteria será revertida para os próprios artistas
Bilheteria será revertida para os próprios artistas . Foto: Divulgação

O “Festival pras bandas de cá”, que teve início no dia 22 de julho, vai agitar a Sala Nelson Pereira dos Santos, em Niterói, até o dia 15 de agosto, com diversos shows e mais de 20 atrações.

O evento, com bilheteria revertida para os próprios artistas, contará com a participação de grupos niteroienses como Candongueiro, Rebel Day, André Jamaica, Dizcoé, Sarau Cahon, entre outros.

A iniciativa da Prefeitura de Niterói, realizada por meio da Secretaria Municipal das Culturas e da Fundação de Artes de Niterói (FAN), tem como objetivo contribuir para mitigar os impactos econômicos causados pela pandemia do coronavírus no setor artístico da cidade. Essa primeira fase do festival, parte do pacote de retomada das atividades culturais, será voltada apenas para artistas do município.

Durante a programação, a Sala Nelson Pereira dos Santos, seguindo os protocolos sanitários do município, vai funcionar com 30% de sua capacidade de público presencial e disponibilizará até 148 na plateia.

A venda dos ingressos será feita pela plataforma Sympla, no endereço eletrônico: www.sympla.com.br ou pelo aplicativo que está disponível para sistemas Android e IOS.

BR80 e Gold Coast abriram o evento, no dia 22. No dia seguinte, foi a vez do Candongueiro com Pedro Ivo levar a plateia ao delírio com muito samba. No sábado, dia 24, Sarau do Cahon mostrou ao público um evento eclético e diversificado, com sua música de qualidade. Nesta primeira semana, ainda, Samba em Movimento, no dia 27, com apresentações marcadas também para os dias 3 e 10 de agosto. E Choro na Rua, 29 de julho.

 

 

Programação de 30 de julho a 6 de agosto:

 

- Candongueiro - Andrea Beat

Data: 30/07 - sexta

Horário: 19h30

Valor: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

 

- Rebel Day

Data: 31/07 - sábado

Horário: 17h02 - High Hopes

Horário: 20h04 - Bloody Mary

Valor: R$ 50 (inteira) | R$ 25 (meia)

*Ingressos distintos para cada apresentação de banda. Evento solidário, é necessário levar 1kg de alimento não perecível por apresentação.

 

- Rebel Day

Data: 01/08 - Domingo

Horário: 17h03 - Bezzouros

Horário: 20h16 - Bloody Mary Reload

Valor: R$ 50 (inteira) | R$ 25 (meia)

*Ingressos distintos para cada apresentação de banda. Evento solidário, é necessário levar 1kg de alimento não perecível por apresentação.

 

- André Jamaica 50 Anos

Data: 02/08 - Segunda

Horário: 19h

Valor: R$ 30 (inteira) | R$ 15 (meia)

 

 

 

- DizcoÉ 20 Anos

Data: 05/08 -  quinta

Horário: 19h30

Valor: R$ 30 (inteira) | R$ 15 (meia)

 

 

- Candongueiro - Bruno Barreto

Data: 06/08 – sexta

Horário: 19h30

Valor: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

 

 

- Samba em Movimento

próximas datas: 03/08 e 10/08 - terças

Horário: 19h30

Valor: R$ 30 (inteira) | R$ 15 (meia)

 

 

 

Todos os ingressos pela plataforma Sympla, no endereço eletrônico www.sympla.com.br.

 

Sobre os artistas e bandas:

 

 

- Candongueiro

A roda nasceu no quintal de casa apenas para amigos, se tornou sucesso estrondoso ao longo dos anos e, quinzenalmente, atraía centenas de pessoas a Niterói. Além de contar com músicos virtuosos, o grupo Candongueiro atriu um público cativo, que teve pôde acompanhar participações memoráveis de baluartes do samba como Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Nelson Sargento, Wilson Moreira, Nei Lopes, entre outros. Com repertório exclusivo de Samba de Raiz, reconhecido por sua fidelidade ao estilo e pela consistência musical, proporciona interação com o público, uma vez que a mesa sem palco permitia a proximidade com os músicos, em sambas cantados ininterruptamente em coro e batidos na palma da mão, como os antigos faziam.

 

Formação: Cremilson "Bico Doce" - cavaquinho e voz; Daniel Scisinio - cavaquinho e voz; Dinho Rosa – percussão; Ilton do Candongueiro – percussão; Iracema Monteiro –voz; Ivan Mendes - sopro e percussão; Marcos Basilio – percussão; Raphael Lagoas – percussão; Serginho Procópio - cavaquinho e voz; e Wander Fontana - violão.

 

 

- Andrea Beat

Dona de uma voz melodiosa e uma presença de palco impecável, a carioca Andréa Beat viaja na música com um groove incompreensível, interpretando clássicos da MPB em uma mistura dos ritmos Soul e Samba. O dom de cantar vem de berço, aos 7 anos de idade já participava de encontros musicais em sua casa. Filha de Carlinhos Pandeiro de Ouro e Tônia Castro (Tuníca) e afilhada de Ataulfo Alves Junior, compositor de clássicos como ‘Ai, Que Saudade da Amélia’, ‘Laranja Madura’, entre outros.

Coleciona um extenso release como Backing Vocal em CDs e DVDs de artistas renomados como: Diogo Nogueira, Sorriso Maroto, Delcio Luiz, Xuxa, Patrícia Marx, Leandro Sapucaí, Revelação, Gustavo Lima, Roda da FM o Dia, entre outros.

Hoje, avança com seu mais novo trabalho solo, a música ‘Jeito Fatal’, dos compositores Christovão Nascimento, Jorginho China e Quinzinho Silva.

No repertório, João Nogueira, Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Alcione, Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal, Jorge Aragão, Jovelina Perola Negra, Lecy Brandão, Dona Ivone Lara, Agepê, Paulinho da Viola, Cartola, Dudu Nobre, Noca da Portela, Monarco, Diogo Nogueira, Djavan, Bebeto, Jorge Bem Jor, Sandra de Sá, entre outros.

 

- Rebel Day

Música para cantar e se divertir. Para maior imersão ao movimento, as apresentações contarão com recursos visuais na tela de cinema, permitindo que o espetáculo não se limite apenas ao som.

Serão 4 apresentações de aproximadamente 90 minutos cada, divididas em 4 sessões distintas, proporcionando climas únicos, planejados pela produção e pelos artistas convidados. A programação do evento será conduzida por Mariana Oliveira, da banda Bloody Mary.

 

- André Jamaica

Cantor e compositor, iniciou a carreira no lendário Daniel’s Bar em Nova Iguaçu.

Ajudou a fundar o Sambalangandã, grupo que há dez anos está estabelecido no cenário musical do Rio de Janeiro.

Em parceria com Mingo Silva e Luís Caffe, compôs Povo do Ayê, música gravada no DVD Samba Social Clube Nova Geração volume II.

Há cinco anos, André Jamaica comanda o projeto Samba de Fé no Quilombo do Grotão, projeto mensal que a cada edição homenageia um Orixá ou Entidade da Umbanda e que já é reconhecido como de extrema relevância na divulgação das religiões de matriz africana.

 

- Dizcoé

Criada em 2001, é uma das bandas mais populares e queridas da cena musical de Niterói.

O carisma e a voz privilegiada do versátil cantor Gê Amora, aliado ao suingue de grandes músicos da cidade, levou a banda a conquistar o carinho de fãs, fiéis aos inúmeros shows realizados em bares, praças, praias e festas por toda a cidade de Niterói e fora dela. Dizcoé é conhecida por fazer música para o público, que vem sendo, ao longo desses 18 anos, chamado a “dizer qual é” a próxima a ser tocada e cantada.

Realizou shows de abertura para grandes compositores e artistas, como: Geraldo Azevedo (Estádio Caio Martins), Gilberto Gil (Teatro Popular Oscar Niemeyer-Niterói-RJ), Nando Reis e Sandra de Sá (Réveillon da Praia de Icaraí-Niterói-RJ). Dividiu o palco com Toni Garrido (Cidade Negra), Cláudio Zoli, Maurício Baia (Baia & Rockboys), Gabriel Moura (Farofa Carioca), Rogê, Luis Carlinhos (Dread Lion), LF Trick (Banda Black Rio) e Bidu (Paralamas do Sucesso), que são também influências e têm suas músicas no vastíssimo repertório da Dizcoé. 

No repertório, MPB, rap, reggae e rock – nacionais e internacionais.

 

- Bruno Barreto

Cantor, percussionista, compositor e ator, nascido em Niterói, no bairro do Barreto, Bruno tem em sua origem o som do batuque. O quintal de sua casa abrigava o terreiro de umbanda de sua avó e foi lá que teve o primeiro contato com instrumentos de percussão. Logo depois, veio o tamborim que ele aprendeu a tocar no bloco de Carnaval, ‘Copo cheio’, guiado por seu pai e amigos músicos. Anos mais tarde, já tocando profissionalmente, teve oportunidade de integrar a banda de importantes artistas da música brasileira como Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Diogo Nogueira, Teresa Cristina, Sandra de Sá, Léo Jaime e Arranco de Varsóvia.

Vocalista do grupo Semente, importante banda nascida na Lapa e ganhadora do Prêmio da Música como Melhor grupo de Samba, Bruno mantém uma carreira solo e também participa de projetos paralelos.

 

 

- Samba em Movimento – Niterói

 

O coletivo nasceu no início de 2020, quando um grupo de amigos sambistas teve a ideia de organizar uma reunião dos participantes da cena de samba e pagode de Niterói, entre músicos, artistas, produtores, técnicos e operadores de som e demais envolvidos, para uma resenha semanal onde pudessem trocar ideias de projetos e parcerias com o poder público e a iniciativa privada, além de uma bela roda de samba.

 

A Sala Nelson Pereira dos Santos fica na Av. Visconde do Rio Branco, 880 - São Domingos - Niterói

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas