Indígena Munduruku quer ser novo imortal da Academia Brasileira de Letras

Daniel já publicou dezenas de livros

Escrito por Redação 15/05/2021 17:01, atualizado em 15/05/2021 18:00
. Foto: Divulgação

Daniel Munduruku, 57 anos, da etnia Munduruku, do Pará, tem dezenas de livros publicados e  traduzido, com premiações, entre elas da Academia Brasileira de Letras (ABL), ONU e Prêmio Jabuti (concedido pela Câmara Brasileira de Livros). 

Com todo esse currículo, Daniel vai apresentar seu nome para concorrer à  uma cadeira na ABL. Ele é escritor e professor e possui, no total, 54 obras, a maioria é direcionada ao público infanto-juvenil.

Ele já é membro da Academia Brasileira de Letras de Lorena (SP).

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas