Produtor de São Gonçalo cria websérie com temas sociais no Youtube

Projeto busca patrocinadores

Escrito por *Claudionei Abreu 10/02/2021 16:40, atualizado em 10/02/2021 16:25
Jayro Said é criador, roteirista e ator da websérie
Jayro Said é criador, roteirista e ator da websérie . Foto: Divulgação

O ator, produtor e roteirista Jayro Said, morador da Covanca, em São Gonçalo, está produzindo em parceria com um grupo de artistas a websérie "Filhos do Arco-íris", que ficará disponível no Youtube. A ideia partiu de Jayro, que começou a escrever o projeto no início da pandemia, em março de 2020. 

Recluso devido ao isolamento social imposto pela pandemia, o produtor enfrentou alguns problemas de depressão e foi estimulado por um amigo, Ed Lopez Dasilva, também produtor e roteirista, a pensar e criar um novo projeto. Foi daí que surgiu a ideia de criar a websérie "Filhos do Arco-íris", que aborda vários temas sociais e será ambientada em Niterói.

Além de escrever o roteiro e produzir o projeto, Jayro também atua e dá vida a um dos personagens. 

"O projeto aborda conceitos da vida LGBTQI+, mas também vários outros assuntos. Meu personagem é um homem gay que se relacionou com uma mulher na juventude, mas depois se separaram, cada um foi para um canto e nunca mais se viram. Anos depois aparece um jovem na porta da casa daquele homem dizendo que é seu filho. Além de descobrir que é pai, ele descobre também que é avô! E a partir disso ele precisa lidar com essa questão de nunca ter se assumido antes. Esse é um dos três personagens principais da série. Vamos contar a história de amigos diferentes, personalidades diferentes, e mostrar esse novo conceito de família! Eles vivem juntos, cada um com suas diferenças e todos se respeitam. Um é a família do outro", afirma.

Militante pelos direitos LGBTQI+, Jayro faz parte de coletivos e afirma que dar voz a essas pautas é uma necessidade atual.

"Não queremos impor as nossas pautas, mas queremos afirmar que nós também temos direitos e precisamos dar visibilidade às nossas causas. O teatro, o cinema e todas as artes são formas de fazer isso também. A websérie vai abordar esses assuntos para mostrar a nossa realidade no dia a dia", disse.

História de superação

Nascido em São João do Paraíso, em Cambuci, no interior do Rio de Janeiro, Jayro mudou-se para Niterói com 7 anos e depois, já adulto, veio morar em São Gonçalo. Ele afirma que se encantou pela televisão quando viu um aparelho de TV pela primeira vez, ainda criança, e pensou que queria "estar lá dentro".

"Eu era fascinado por aquilo! Na minha inocência de criança eu queria pensar em formas de fazer coisas que pudessem me levar para dentro da televisão. Depois, mais jovem, vi que a arte e o teatro eram meios para isso!", disse.

Com 17 anos, Jayro foi descoberto por uma amiga e iniciou sua carreira no teatro. Durante a juventude, sua vida foi dividida entre cursos de teatro no horário da manhã e trabalho à tarde. "Precisava dividir as coisas para conseguir me sustentar e seguir o meu sonho", defende.

Em 2002, ele sofreu um acidente e também contraiu uma doença chamada neurotoxocoplasmose, que deixou sequelas. Chegou a ficar em coma por 10 dias, além de ter tido depressão em seguida. Com uma trajetória de superação, reinvenção e inovação, Jayro afirma que, apesar dos problemas, sempre batalhou por todas as suas conquistas.

"Passei por problemas, mas não desisti e me reinventei. Não foi fácil, mas acredito que minha história hoje é de superação, nunca desisti dos meus sonhos e busco eles até hoje", afirma.

Com 33 anos de carreira, ele conta atualmente com um currículo mais de 50 espetáculos atuando como ator. Devido a falta de oportunidades em alguns momentos, precisou se reinventar e passou também a produzir e escrever as peças teatrais. Também fez figurações e teve participações em algumas novelas, como Caminho das Índias.

Jayro Said, Rodrigo Bahiano e Matheus Jardim, protagonistas da websérie
Jayro Said, Rodrigo Bahiano e Matheus Jardim, protagonistas da websérie | Foto: Divulgação
 

Busca por patrocínio

A websérie ainda não obteve patrocínio para execução do projeto, exceto um pequeno incentivo do prêmio Erika Ferreira, criado pra ajudar os produtores culturais de Niterói durante a pandemia.

"Está muito difícil conseguir qualquer ajuda financeira durante a pandemia. Temos feito pequenas parcerias e estamos abertos a possibilidades com quaisquer empresas, lojas, pequenos empreendedores e estabelecimentos comerciais que queiram ter sua empresa e marca divulgada dentro do nosso projeto", diz o produtor. "Ajudem uma produção independente, cheia de artistas com sonho e objetivo de contar essa estória. Vai agregar muito nas causas sociais com os temas abordados", finaliza.

Quem tiver interesse em patrocinar a websérie pode entrar em contato através do número (21) 96744-5974 (Jayro), ou pelas redes sociais @filhosdoarcoiriswebserie (Instagram), filhosdoarcoiriswebserie (Youtube) e Filhosdoarcoiriswebserie (Facebook).

A websérie terá direção de Tales Figueiredo e será protagonizada Jayro Said, Rodrigo Bahiano e Matheus Jardim. O projeto começa a ser gravado em março. 

Estagiário sob supervisão de Cyntia Fonseca*

/Jayro Said é criador, roteirista e ator da websérie
Jayro Said é criador, roteirista e ator da websérie. Foto por Divulgação
/Jayro Said, Rodrigo Bahiano e Matheus Jardim, protagonistas da websérie
Jayro Said, Rodrigo Bahiano e Matheus Jardim, protagonistas da websérie. Foto por Divulgação
/Diretor Tales Figueiredo
Diretor Tales Figueiredo. Foto por Divulgação

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas