Carnaval de Niterói deverá ter Cidade do Samba

Antiga reivindicação das agremiações da Cidade, construção deverá estar pronta no Carnaval de 2021

Enviado Direto da Redação
Cidade do Samba será erguida no Centro de Niterói

Cidade do Samba será erguida no Centro de Niterói

Foto: Sergio Soares

Por Sérgio Soares - Chefe de Reportagem e Coordenador da Editoria Carnaval 

Quinze anos após a revitalização dos desfiles das escolas de samba na cidade, o Carnaval de Niterói deverá ter uma grande novidade para 'esquentar' ainda mais a folia na região: a criação de uma Cidade do Samba para melhorar as condições de preparação das agremiações locais. O deputado estadual Paulo Bagueira conseguiu junto ao prefeito Rodrigo Neves recursos para a construção da Cidade do Samba de Niterói, já para o Carnaval 2021. 

O espaço será construído na região central da cidade, provavelmente em uma área ociosa adjacente ao caminho Niemeyer e próxima à Rua Visconde do Rio Branco. O novo espaço não terá as dimensões da construção que abriga as agremiações do Rio, mas será erguida de forma a que as escolas da cidade tenham pleno espaço e recursos para desenvolverem as atividades, já para a folia do ano que vem. A exemplo do que é feito no Rio, o novo barracão das escolas em Niterói abrigará as agremiações da chamada 'elite' do Carnaval local, no caso as Grupo A. 


Dez escola compõem esse grupo. O novo local, além dos barracões, abrigará também arena de eventos e oficinas para para formação de ritmistas, costureiros e aderecistas. Técnicos da Prefeitura trabalham com a opção de desapropriação da área escolhida. O deputado estadual Paulo Bagueira, que é oriundo de escolas de samba da cidade, sempre teve projetos voltados para esse setor quando era vereador de Niterói, junto com o colega Carlos Magaldi. Ano ano de 2005, os dois, junto com antigos 'baluartes' de Niterói, como ito Machado e Nei Ferreira, ex-presidentes da Viradouro e Cubango, respectivamente, articularam a fundação da União das Escolas de Samba de Niterói (Uesbcn). em 2006, a entidade foi responsável pela revitalização dos desfiles até hoje sediados na Rua da Conceição, também no Centro da cidade, dez anos após a extinção desse evento. 


"A criação de um espaço próprio para as escolas de samba de Niterói é uma antiga reivindicação desse segmento da cidade, da qual faço parte. Todos sabem que o Carnaval é fundamental para movimentar o turismo, a economia e gerar emprego e renda. Para se ter ideia de números, por exemplo, só no ano passado, o Rio de Janeiro gerou R$ 3,7 bilhões em receitas e recebeu sete milhões de foliões. Por isso mesmo, as agremiações, como manifestações carnavalescas, precisam se profissionalizar ainda mais. É fundamental que técnicos especializados atuem naquela que é considerada a maior festa popular do mundo. Já é hora de o município seguir esse mesmo caminho e buscar qualificação para os membros das escolas da cidade. Todos têm a ganhar com esses empreendimentos", afirmou Bagueira. 

Veja também