Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Temporal alaga ruas e causa transtornos em SG e Niterói (vídeos)

Fenômeno transformou corredores viários em rios e parou trânsito. Águas invadiram barracão de escolas de samba no Barreto, colocando em risco realização de desfiles nos primeiros dias de fevereiro

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de janeiro de 2024 - 23:25
Jardim Catarina foi um dos bairros afetados
Jardim Catarina foi um dos bairros afetados -

As fortes chuvas que caíram  sobre a região no  fim  da tarde dessa sexta-feira (12) provocaram transtornos e tumultuaram a vida de milhares de pessoas em Niterói e São Gonçalo. Acompanhadas de ventos fortes, as chuvas resultaram em alagamentos, transformando ruas em rios e provocaram também a falta de luz em bairros de Niterói e SG, problema que começou na quinta-feira(11) e ainda afetava algumas regiões até o fim dessa noite.

Carnaval ameaçado - No Barreto, as águas atingiram também o barracão onde as escolas de samba desfilantes do Carnaval se Niterói se preparam para a folia. O alagamento atingiu alegorias e esculturas que começaram a ser montadas na semana retrasada e os sambistas acham que o problema vai inviabilizar a preparação adequada para os desfiles  oficiais, previstos para os próximos dias 2 e 3 no Caminho Niemeyer, no Centro da cidade. Por isso, os dirigentes pensam em pedir a prorrogação à Empresa Niterói, Lazer e Turismo (Neltur). 


Autor: Divulgação

No bairro Porto Novo, em São Gonçalo, clientes da Enel, concessionária responsável pela distribuição de energia na cidade, fizeram um protesto pedindo pela volta da energia. Outros bairros como Boassú, Jóquei, Coelho e Covanca estão sem energia desde às 17h30 de quinta-feira (11). No bairro Jardim Catarina, há um poste caído no meio da rua por causa da ventania.

As fortes chuvas rapidamente alagaram corredores viários próximos ao  Terminal  Rodoviário João Goulart, no Centro, fazendo com que os ônibus não chegassem ao local. Durante a noite, longas filas se formaram. Em Icaraí, na Zona Sul de Niterói, o problema também provocou engarrafamentos quilométricos. 

A Enel informou, na noite desta sexta-feira (12), que normalizou o fornecimento para 86% dos clientes que tiveram o serviço interrompido após as fortes chuvas acompanhadas de descargas atmosféricas e ventos que atingiram parte da área de concessão da companhia na tarde de ontem (11). Neste momento, as ocorrências estão concentradas principalmente em São Gonçalo e Niterói.

Ainda segundo a empresa, para normalizar o fornecimento de energia, a Enel "aumentou em até dez vezes o número de equipes em campo e os técnicos seguem trabalhando ininterruptamente para atender as ocorrências remanescentes causadas pela tempestade".

Informou ainda que o alagamento de vias e a quedas de árvores dificultaram o atendimento das equipes em alguns pontos. "Diversos trechos da rede foram destruídos pela queda de galhos e árvores e as equipes atuam na reconstrução da rede, cuja complexidade dos serviços inclui a substituição de equipamentos e postes".


Autor: Divulgação

Em caso de falta de luz, o cliente pode acionar os canais digitais da concessionária: site (www.enel.com.br), aplicativo Enel (disponível para iOS e Android), WhatsApp Elena: (21) 99601-9608 e Central de Relacionamento (0800 28 00 120).

Matérias Relacionadas