20 de Agosto de 2014

Polícia
Enviado por Renata Sena e Daniela Scaffo 23/3/2014 21:48:55

Três mortos em acidentes

Quatro acidentes em São Gonçalo, Niterói e Itaboraí, entre a noite de sábado e a manhã de ontem, deixaram um saldo de três mortos e quase 40 feridos. Por volta das 5h30 deste domingo, uma colisão entre um Citroen Aircross preto e um Gol azul, na Avenida do Contorno, no Barreto, altura do estaleiro Enavi/Renave, no sentido Niterói, matou dois médicos. O condutor e o passageiro do Citroen, identificados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), respectivamente como Felipe Alves Renno e Leonardo de Oliveira Araújo, de 28 anos, estariam vindo de uma festa em São Gonçalo.

Leonardo, que atuava como ortopedista no Pronto Socorro Central de São Gonçalo (PSCSG), chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mas morreu ao dar entrada na unidade, com fraturas múltiplas. Felipe, que era clínico geral, ficou presos às ferragens e morreu no local. 
 
A família de Leonardo veio de São Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, para reconhecer o corpo. O médico era filho de um ex-vereador daquele município. 
 
Segundo testemunhas, o Citroen estaria em alta velocidade quando colidiu com o Gol, que com o impacto acabou capotando. O motorista do Gol foi encaminhado também ao Heat, mas não corre risco de morte.
 
Engavetamento na BR-101
 
Seis carros se envolveram em um engavetamento na BR-101 (Niterói-Manilha), na altura do Boa Vista, São Gonçalo, deixando cinco feridos leves, entre elas uma menina de 4 anos. Os feridos foram encaminhados ao Heat e PSCSG, no Zé Garoto. 
 
Segundo a PRF, um veículo estava parado na pista de alta velocidade, e os carros que vinham em seguida não conseguiram frear. Mas nenhum condutor será responsabilizado pelo acidente porque a pista estava molhada, e os carros não conseguiram parar. 
 
Itaboraí - Dois ônibus da Rio Ita colidiram na Avenida 22 de Maio, em Venda das Pedras, Itaboraí, no início da tarde de ontem. As nove vítimas tiveram ferimentos leves e foram encaminhadas ao Hospital Municipal Leal Junior e ao Heat.
 
Atropelamento e morte no Fonseca 
 
Já no início da madrugada, no Fonseca, em Niterói, um ônibus da Viação Ingá, linha 580 (Tribobó–Santa Bárbara), atropelou e matou o funcionário da prefeitura de Niterói, João Helias da Silva, de 46 anos. No acidente, outras 20 pessoas, entre passageiros do coletivo e um companheiro de trabalho de João, acabaram também com escoriações leves. 
 
De acordo com passageiros do ônibus, João estava na pista, na altura da baia Getulinho, sinalizando um carro que havia enguiçado, quando o motorista do coletivo o atropelou, bateu no muro de contenção e só parou o veículo após colidir contra um trator da obra em que João estava trabalhando. O motorista e o cobrador do ônibus fugiram do local sem prestar socorro às vítimas. 
 
“Parecia que o motorista queria matar alguém. Foi horrível. O homem estava trabalhando e acabou desse jeito”, disse uma dona de casa, que estava dentro do coletivo e preferiu não se identificar. 
 
Casado há mais de 23 anos e pai de uma única filha, de 20, João foi sepultado no final da tarde de ontem, no Cemitério São João Batista, no centro de Itaboraí. 
 
O acidente foi registrado na 78º DP (Fonseca), onde será investigado. Contatada, a Viação Ingá preferiu não comentar o caso com a reportagem de O SÃO GONÇALO.
 





<< Primeira < Anterior   [ 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ] Próxima > Última >>

Expediente | Anuncie Aqui | Trabalhe Conosco | Twitter | Comunidade no Orkut | RSS | Fale Conosco
©Copyright O SÃO GONÇALO - Todos os direitos Reservados

Ilhota Leste Comunicação