23 de Agosto de 2014

Polícia
Enviado por Sérgio Soares e Celso Brito 20/1/2014 22:45:35

Ocupação de favelas de São Gonçalo pode dobrar valor de imóveis

A cúpula da Secretaria de Estado de Segurança prepara os últimos detalhes para as ocupações das favelas dos complexos do Jóquei, no bairro de mesmo nome, e da Coruja, na Vila Lage, duas comunidades de São Gonçalo onde moradores sofrem há décadas com as ações dos traficantes de drogas.

 
O plano especial de policiamento ostensivo será desencadeado a partir de semana que vem e vai englobar a instalação de duas Companhias Destacadas de Policiamento em cada um desses locais, nos moldes do que já foi feito nos Morros do Estado e da Chácara, no centro de de Niterói. 
 
A exemplo da experiência bem-sucedida das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) instaladas no Rio, essas áreas de São Gonçalo podem se tornar mais atrativas para moradores e investidores imobiliários. Experientes profissionais do setor, ouvidos pelo OSG, calculam uma valorização nos imóveis em torno de 27% a 30%. Em alguns bairros, como no Vila Lage, o preço de uma casa pode até dobrar.
 
A primeira comunidade ocupada será na região do complexo do Jóquei, no próximo dia 28. O plano especial na região não se limitará apenas ao bairro. Se estenderá pelas favelas de Tribobó (Nova Grécia, Palha Seca e Berola). Pelo menos 150 homens serão usados no plano especial de policiamento, que não tem data para terminar.
 
Ocupação - Para o plano de ocupações, o comando da Polícia Militar vai usar o aparato das tropas especiais da corporação, com homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope). A ação contará também com o apoio de um helicóptero do Grupamento Aeromarítimo, do blindado conhecido popularmente como “Caveirão” e até de cães farejadores. 
 
Já no dia 6 de fevereiro, serão usados os mesmos recursos para a implantação da unidade no Complexo da Coruja. Ambas as ações de ocupação vão englobar também o apoio de equipes da Guarda Municipal, subordinada à Secretaria de Segurança da prefeitura de São Gonçalo, que também é parte integrante do trabalho em apoio à PM. Já está concluído um plano de ações integradas entre secretarias municipais que vão elaborar planos de ações permanentes, como a recuperação de dependentes químicos. 
 
A instalação das unidades da PM são uma forma de tentar neutralizar os ‘núcleos’ paralelos de poder que se criaram nesses pontos do município, escolhidos por muitos traficantes do Rio como pontos de fuga por causa da pacificação de favelas cariocas. Em Niterói, a próxima etapa será a criação da Companhia Destacada de Pendotiba, no próximo dia 31.
 
Valorização imobiliária
 
Profissionais do setor imobiliário, os corretores João Batista Souza Santos, da WS Imóveis, e Eduardo Neves, da Universo Imóveis, estimam que os preços dos imóveis localizados no bairro de Vila Lage, que fica próximo a outros bairros muito valorizados, poderão dobrar de preços. Segundo João Batista, dependendo da localização, um imóvel que custa em torno de R$ 80 mil poderá chegar a R$ 160 mil.
 
Os custos imobiliários não sofrerão alteração somente para a compra e venda dos imóveis, mas também nos aluguéis.
 
As áreas em que a estimativa de preços poderão sofrer uma menor influência seriam nos bairros que ficam nas redondezas do Complexo do Jóquei.
 
Conforme os profissionais do setor imobiliário, a região é bastante afetada pela violência e o plano especial de policiamento ostensivo pode não significar um forte aliado da valorização do imóvel. Segundo Neves, o crescimento poderá ser bem pequeno, mas de qualquer forma também sofrerá alteração.





<< Primeira < Anterior   [ 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ] Próxima > Última >>

Expediente | Anuncie Aqui | Trabalhe Conosco | Twitter | Comunidade no Orkut | RSS | Fale Conosco
©Copyright O SÃO GONÇALO - Todos os direitos Reservados

Ilhota Leste Comunicação