24 de Novembro de 2014

Polícia
Enviado por Renata Sena 3/7/2013 22:25:46

‘Zé Gotinha’ é perseguido e executado no Pacheco

Apontado como um dos bandidos mais procurados de São Gonçalo, Carlos Alberto Macena Dias, o Zé Gotinha, de 21 anos, foi assassinado, na manhã de ontem, após ser perseguido na Estrada de São Pedro, no Pacheco, em São Gonçalo. Investigado em assaltos e homicídios na região, Zé Gotinha foi encontrado morto no quintal de uma casa, na Rua Marechal Pólvoa.
De acordo com moradores, o criminoso chegou a correr sobre telhados para fugir dos assassinos, que estavam num carro de cor escura. Foragido da justiça por tentar matar um mecânico no Pacheco, no ano passado, Zé Gotinha estava pilotando uma motocicleta e levava na garupa um outro homem, ainda não foi identificado. De acordo com testemunhas, os assassinos fizeram disparos à queima-roupa. Mesmo baleado, Zé Gotinha abandonou a moto e tentou fugir, mas não suportou os ferimentos. O comparsa conseguiu fugir.
“Fiquei durante minutos escutando os tiros. Além disso, ouvia passos no telhado. Foi horrível”, disse uma moradora, que por medo de represália, preferiu não se identificar. Após o crime, uma adolescente se apresentou como namorada de Zé Gotinha e reconheceu o corpo.

Investigações - Segundo o delegado da 75ªDP (Rio do Ouro), Julio Cesar Mulatinho, Zé Gotinha era um bandido perigoso e teria envolvimento em vários crimes. O criminoso foi reconhecido por uma vítima de roubo de carro, ocorrido momentos antes de ele ser morto. A motivação do crime ainda é desconhecida.


Tentou matar mecânico após assalto

Apontado como autor de diversos homicídios, segundo a polícia, o criminoso era temido na região. “Agora vamos ter paz. Não acho correto fazer isso com nenhum ser humano, mas ele fazia pior com o filho dos outros”, disse um comerciante. De acordo com a polícia, Zé Gotinha e Herique Ribeiro, 24 anos, o Macarrão, tentaram assaltar um mecânico, de 52 anos, no fim do ano passado. A vítima, que não teve o nome revelado, não parou o carro e foi baleada pelos dois acusados. Macarrão foi reconhecido pela vítima e preso em seguida. Zé Gotinha estava foragido.


Acusado de sequestrar jovem no Jóquei



Segundo a polícia, Zé Gotinha teria participado do sequestro da estudante Luana Gondra, 18 anos, desaparecida desde o último dia 28 de fevereiro, após ser levada por dois homens, em frente de casa, no Jóquei, em São Gonçalo. O ex-namorado da jovem, Lorhan Junger Viana, o Jogador, de 21 anos, também acusado de participação no crime, foi preso no último dia 16 de maio, em Araruama, na Região dos Lagos. De acordo com a polícia, Zé Gotinha é acusado de pilotar a motocicleta que levou Lorhan até a casa da jovem no Jóquei, onde a sequestrou. As buscas pelo corpo da jovem continuam, mas até o momento nenhuma pista sobre o paradeiro de Luana, foi encontrada.

 





<< Primeira < Anterior   [ 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ] Próxima > Última >>

Expediente | Anuncie Aqui | Trabalhe Conosco | Twitter | Comunidade no Orkut | RSS | Fale Conosco
©Copyright O SÃO GONÇALO - Todos os direitos Reservados

Ilhota Leste Comunicação