18 de Setembro de 2014

Polícia
Enviado por Fernanda Pereira 11/9/2010 00:49:35

Tiro na cabeça mata jovem de 21 anos em São Gonçalo

Uma jovem de 21 anos foi morta a tiros no bairro de Monjolos, em São Gonçalo, ontem à tarde. Valéria de Souza do Amor Divino foi atingida por um disparo na cabeça quando passava pela Rua Itatiba, acompanhada por uma amiga. Testemunhas relatam que o atirador estava na garupa de uma moto, de cor e placa ainda ignorados. Ela morreu na hora e a amiga deixou o local em uma van do transporte alternativo.

De acordo com a autônoma Vanderleia de Souza Ribeiro, 35, mãe da vítima, ela estava em casa lavando roupa, quando a outra jovem, identificada apenas como Luana, a chamou no portão. As duas teriam saído da casa localizada no mesmo bairro, por volta das 15h, com o objetivo de ir ao tatuador, reforçar o desenho que Valéria tinha nas costas. O homicídio ocorreu em frente à residência do desenhista.

Após o reconhecimento do corpo, Vanderleia lamentou a cena de violência tão perto de sua residência.
“Eu não sei se vou sobreviver a isso. Trabalhei tanto para criar meus filhos e agora tenho que ver um deles acabar assim. Eles nunca tiveram amizades ruins e nunca fizeram mal a ninguém. Minha filha acabou de sair de casa e chegou a notícia, isso não pode ser verdade. As pessoas não podem continuar tirando a vida dos outros asism”, desabafou.

Valéria não trabalhava e estava matriculada em uma escola na cidade de Itaboraí. Amigos contaram que a jovem morava no bairro desde criança e não possuia desafetos. Muitos acreditam que o alvo dos disparos poderia ser Luana.
“Ela tinha o coração bom, gostava de ajudar. O que fizeram é uma crueldade. Não é possível que quisessem atingir a Valéria”, disse o amigo Wiverson Caruso, 15.

A família não soube informar o sobrenome da amiga, mas disseram a polícia que era moradora do Jóquei. Nos próximos dias, ela deverá ser chamada para depor na 74ª DP (Alcântara), onde o crime foi resgitrado.

Casal morto é sepultado

Os corpos do vigia aposentado José Moreira França, 51, e de sua companheira, Cleir Daudit Ferreira, 45, foram sepultados na tarde ontem, no Cemitério Parque da Paz, em Pacheco, São Gonçalo. Eles também foram vítimas da violência no bairro de Monjolos.

Na madrugada da última quinta-feira, homens armados invadiram a casa do casal e efetuaram diversos disparos. Eles foram encontrados mortos sobre a cama na manhã de sexta. Cerca de 40 cápsulas de pistolas 40 e 9 mm foram encontradas no local do crime.

O caso está sendo investigado pela 74ª DP (Alcântara), mas a polícia ainda não tem informações sobre a motivação. Como nada foi roubado do local, a primeira hipótese é de vingança.

Moradores da localidade estão apreensivos com os últimos acontecimentos. Foram registradas três vítimas de homicídios em dois dias.





<< Primeira < Anterior   [ 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ] Próxima > Última >>

Expediente | Anuncie Aqui | Trabalhe Conosco | Twitter | Comunidade no Orkut | RSS | Fale Conosco
©Copyright O SÃO GONÇALO - Todos os direitos Reservados

Ilhota Leste Comunicação