Maricá vacina animais neste final de semana

A ação acontece das 9h às 17h

Enviado Direto da Redação
Os gatos devem ser levados em caixas de transporte para evitar fugas ou acidentes com cães

Os gatos devem ser levados em caixas de transporte para evitar fugas ou acidentes com cães

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Maricá, através da Coordenadoria de Vigilância Ambiental em Saúde, irá realizar, amanhã e no próximo dia 22, a vacinação antirrábica em 49 postos de vacinação do município. De acordo com o Executivo, a campanha estima imunizar mais de 22 mil animais, entre cães e gatos com mais de três meses de idade.

A ação acontece das 9h às 17h em escolas, unidades de saúde, praças e associações de moradores espalhadas por diversos bairros da cidade. A lista completa com os locais de imunização está disponível no (www.marica.rj.gov.br). Amanhã, a vacinação será realizada nos primeiro e segundo distritos, que englobam bairros como Centro, Ponta Negra, São José, Itapeba, Marine, Manu Manuela, Bambuí, Cordeirinho, Guaratiba, Jaconé, entre outros. Já no próximo dia 22, a imunização ocorrerá em Inoã e Itaipuaçu.

De acordo com o coordenador de Vigilância Ambiental em Saúde, Ronald Marques, a vacina não deve ser aplicada em animais doentes (com diarreia, secreção ocular ou nasal, sem apetite, convalescentes de cirurgias ou outras enfermidades). Segundo ele, as fêmeas em lactação e gestação deverão ser contidas, evitando movimentos bruscos e violentos. “Cabe ressaltar que é uma questão de saúde pública. Portanto, é muito importante que os proprietários levem seus animais para tomar a vacina”, acrescentou o coordenador.

Segundo a Prefeitura, para o dia da vacinação é recomendado que todos os cães devem estar com coleira e guia, sendo a focinheira obrigatória em animais bravos. Os gatos devem ser levados em caixas de transporte para evitar fugas ou acidentes. Somente pessoas adultas com condições de conter os animais devem conduzi-los ao local de vacinação. Além disso, o Executivo informou que não será permitida a distribuição de doses da vacina e que é responsabilidade do proprietário do animal levá-lo para a imunização e a sua contenção para receber a dose da vacina, sendo assim, nenhum servidor público poderá conter animais.

Veja também