Cesta básica tem alta no preço pela segunda semana seguida em São Gonçalo

Setor de hortifruti aumentou 5%

Enviado Direto da Redação
O setor que mais contribuiu com o aumento foi o de hortifruti, que se mostrou 5% mais caro

O setor que mais contribuiu com o aumento foi o de hortifruti, que se mostrou 5% mais caro

Foto:


A cesta básica segue tendência de alta, segundo pesquisa de preços realizada, ontem, por O SÃO GONÇALO, em três hipermercados da região. De acordo com os preços coletados, o valor médio geral da cesta aumentou 2% em relação à semana passada.


O setor que mais contribuiu com o aumento foi o de hortifruti, que se mostrou 5% mais caro na média geral se comparado à última pesquisa. Entre os itens considerados “vilões” da cesta estão a laranja (5,7%), maçã (3,6%) e o alho (2,6%).


Já no setor de carne, cereais e laticínios, o feijão apresentou o maior aumento, 2,9%. Alguns itens, no entanto, tiveram os preços congelados como o tradicional “casal” do café da manhã: pão e manteiga.


Para fugir dos preços altos, os consumidores aproveitam dias destinados a diferentes promoções nos mercados. É o caso da secretária Ana Claudia Araújo, 42.


“Às vezes, vou ao mercado três ou quatro vezes por semana, depois do trabalho, para aproveitar as ofertas de cada dia e completar a despensa aos poucos. Hoje, as frutas, por exemplo, estão mais caras”, explicou.


Veja também