Chefe de quadrilha de roubo de carga em Niterói, King Kong é preso no Rio

Polícia cumpriu mandado de prisão contra o suspeito

Enviado Direto da Redação
Polícia cumpriu mandado de prisão contra os suspeito

Polícia cumpriu mandado de prisão contra os suspeito

Foto: Divulgação

Um homem, identificado como Alexandro dos Santos Machado, o King Kong, de 29 anos, foi preso por agentes da 78ªDP (Fonseca), na tarde de ontem (18), no Méier, na Zona Norte do Rio, acusado de roubo. Os policiais apreenderam R$ 5 mil que o acusado escondia dentro da cueca. King Kong é apontado como o "cérebro" da maior quadrilha de roubos de cargas com atuação nas regiões de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá. 

Segundo informações da delegacia, Alexandro foi detido no momento que chegava à Maternidade Carmela Dutra para registrar sua filha recém-nascida. A quadrilha a qual King Kong faz parte é especializada em roubos de cargas de cigarro, bebidas e gêneros alimentícios. Em sua maioria, os integrantes são oriundos da Baixada Fluminense e do Complexo do Alemão.

De acordo com as investigações, a organização chefiada por King Kong tinha permissão dos chefes do tráfico local para atuar na região metropolitana e esconder parte dos materiais roubados, tendo como contrapartida a divisão dos lucros obtidos com os crimes. As comunidades do Buraco do Boi e Morro do Castro, em Niterói, e Novo México, em São Gonçalo, são alguns dos “territórios” que a organização criminosa possuía permissão para explorar.

Contra King Kong foi cumprido um mandado de prisão preventiva por roubo. O acusado, que é oriundo do Complexo do Alemão, já tinha outras nove anotações criminais pelo mesmo crime. 

Veja também