Corpo encontrado em Cabuçu pode ser de jovem que estava desaparecido

Exame na arcada dentária vai concluir identificação

Enviado Direto da Redação
Exame na arcada dentária vai confirmar identificação

Exame na arcada dentária vai confirmar identificação

Foto: Divulgação

Familiares de João Vitor Marmelo Ferreira da Silva, de 18 anos, revelaram, na manhã desta quarta-feira, que o corpo encontrado pela Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), ontem, em Cabuçu, Itaboraí, pode ser do jovem que estava desaparecido desde o último dia 14.

Nas redes sociais, a mãe de João fez uma publicação informando aos amigos e familiares sobre a localização do corpo. Apesar da afirmação dela, só será possível confirmar a identificação após um exame que será realizado na arcada dentária.

"Aos amigos e familiares, venho comunicar que o corpinho do meu filinho João Vitor foi encontrado. Mas ainda não sabemos a hora do enterro. Acabamos de saber, quando soubermos, avisaremos", escreveu ela em uma rede social.

O corpo, que foi localizado na Estrada das Pitangas, tinha sinais de que já havia sido enterrado. Por este motivo, agentes da DH iniciaram investigações para apurar se o cadáver estava anteriormente no cemitério clandestino no Anaia, descoberto na última semana.

Desde o início das investigações da DH, existiam informações sobre a possibilidade de João ter sido capturado e morto por traficantes do Anaia, em São Gonçalo.

Sete dias após o desaparecimento do jovem, o carro dele havia sido encontrado no interior da comunidade. Segundo informações da família de João na época, o rapaz desapareceu após um churrasco, num bar no bairro do Sacramento.

Veja também