Aplicativo registra 99 tiroteios em São Gonçalo no mês de maio

Em Niterói, acontecerem 48 confrontos

Enviado Direto da Redação
Niterói também aparece no ranking do aplicativo, na 4ª posição

Niterói também aparece no ranking do aplicativo, na 4ª posição

Foto: Alex Ramos

Por Thuany Dossares

A Região Metropolitana do Rio de Janeiro registrou, apenas no mês de maio, 890 tiroteios, segundo o laboratório de dados sobre violência, Fogo Cruzado. Sozinha, a cidade de São Gonçalo contabilizou 99 confrontos armados, ficando em segundo lugar no ranking de tiroteios, perdendo só para o Rio de Janeiro, que anotou 540 troca de tiros.

O município de Niterói aparece em quarto colocado, segundo o aplicativo, com 48 confrontos. Niterói e São Gonçalo somaram 147 tiroteios, mas menos de 20% deles tiveram a participação de agentes de segurança pública, que estiveram em apenas 29 dos confrontos. Esses disparos de arma de fogo na região fizeram 48 vítimas, mais da metade delas fatais.

De acordo com o mapa, 20 pessoas morreram em São Gonçalo e 17 ficaram feridas, já em Niterói, seis pessoas perderam suas vidas e cinco ficaram feridas durante os tiroteios.

O Fogo Cruzado ainda revelou que o bairro do Jardim Catarina, em São Gonçalo, foi um dos que mais contabilizou confrontos armados. Com 18 registros de tiroteios, a comunidade ficou em 7º lugar no ranking de bairros da Região Metropolitana do Rio que mais tiveram disparos de arma de fogo. Os confrontos deixaram quatro vítimas, uma delas fatal. Agentes de Segurança Pública estiveram presentes em apenas três desses 18 confrontos.

De acordo com o laboratório de dados, houve um aumento de 87% de tiroteios na Região Metropolitana no Rio de Janeiro em maio de 2018, comparado ao mesmo mês de 2017.

Veja mais notícias:


Seis homens são mortos em Itaboraí, São Gonçalo e Maricá

Homem morre após trocar tiros com a PM na Vila Candoza
São Gonçalo, Niterói e Itaboraí acumulam mais de 300 ruas com barricadas

Veja também