Mutuá e Mutuapira têm 13 ruas bloqueadas

Traficantes usam até aterro de obras para montar barreiras

Enviado Direto da Redação
No Mutuá, os traficantes utilizam inúmeros utensílios para montar a barreira

No Mutuá, os traficantes utilizam inúmeros utensílios para montar a barreira

Foto: Divulgação

Depois da retirada de barricadas no Jardim Catarina por tropas do Exército, na última sexta-feira, e de denúncias de que os traficantes recolocaram as barreiras, o ‘Tem Barricada Aí?’, continua recebendo informações sobre ruas de outros bairros bloqueadas.


Na Travessa Brito, no Mutuá, os traficantes utilizam inúmeros utensílios para montar a barreira: armários velhos, carcaças de sofás e máquinas de lavar, tubos de madeira e galhos de árvores, compõem os obstáculos, desde novembro, que têm dificultado o livre acesso de quem mora no local.


Além disso, em outras duas ruas do bairro, a Padre Pompilho e a Belarmino Freire, as barricadas são feitas de ferro e concreto, e estão na via há cerca de nove meses. No Mutuapira, bairro vizinho, cerca de 10 ruas estão fechadas por traficantes da região.


Para colaborar, basta enviar mensagens para o WhatsApp (21) 97220-6423, com informações de ruas de São Gonçalo, Niterói e Itaboraí, que tenham barricadas ou bloqueios que impeçam a locomoção dos moradores.

Veja também