Agentes prendem miliciano por crime em São Gonçalo

Mineirinho é investigado em mais de 20 homicídios

Enviado Direto da Redação
Mineirinho foi preso em Piabetá, Magé, após uma denúncia aos policiais sobre o seu paradeiro. Ele estava com uma pistola

Mineirinho foi preso em Piabetá, Magé, após uma denúncia aos policiais sobre o seu paradeiro. Ele estava com uma pistola

Foto: Luiz Nicolela

Por Renata Sena


Investigado em mais de 20 homicídios, Felipe Raoni da Silva, o Mineirinho, foi preso por agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) na tarde da última sexta-feira. Mineirinho, que é apontado como integrante da milícia que controla com ‘mãos de ferro’ os bairros do Zumbi, Santa Catarina, Porto Velho, Boa Vista e Pontal, em São Gonçalo, foi preso em Piabetá, no município de Magé.


Contra ele, a polícia cumpriu um mandado de prisão temporária pelo crime de homicídio contra Luiz Cláudio França, executado no último dia 13, na comunidade do Pica-Pau, no Porto Velho, em São Gonçalo. De acordo com as investigações dos agentes da especializada, Mineirinho atua como matador da milícia, que controla a venda de gás e cobra taxa aos comerciantes dos bairros.


Mineirinho foi localizado em Piabetá depois que os agentes receberam uma denúncia com informações sobre a localização do acusado. Ainda segundo informações, ele tentou fugir do cerco policial, mas foi alcançado pelos agentes. Com ele, a polícia ainda apreendeu uma pistola. Mineirinho foi levado para a sede da especializada, onde prestou depoimentos, teve o mandado de prisão cumprido e foi autuado em flagrante. Em janeiro, outro suspeito de integrar a milícia foi preso, também por policiais da DHNISG.


Rodrigo da Costa Oliveira Melo, o Russinho, de 25 anos, foi localizado no Campo da Brahma, no Porto Velho, e preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e receptação, já que estava com uma pistola e um veículo clonado. Além disso, no local, a polícia localizou uma motocicleta e outro carro guardados por Russinho. Ambos veículos eram roubados.

Veja também