Neto mata avó estrangulada e enterra o corpo no quintal de casa em São Gonçalo

Rapaz levou policiais até 'cova' no Menino de Deus

Enviado Direto da Redação
>> Durante a operação montada para localizar o corpo da idosa, os policiais da Divisão de Homicídios trocaram tiros com os traficantes do Morro Menino de Deus, no Rocha, em São Gonçalo

>> Durante a operação montada para localizar o corpo da idosa, os policiais da Divisão de Homicídios trocaram tiros com os traficantes do Morro Menino de Deus, no Rocha, em São Gonçalo

Foto: ALEX RAMOS


A idosa Maria de Fátima Teixeira Trindade, de 64 anos, foi estrangulada até a morte por um neto, no Morro Menino de Deus, em São Gonçalo. Após assassinar a avó, o adolescente de 17 anos, enterrou o corpo dela no quintal de casa. A Polícia investiga se ele teria contado com a ajuda da namorada dele, de 14 anos. Os dois foram apreendidos por policiais da 72ªDP (Mutuá).


De acordo com as investigações da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), o caso aconteceu na madrugada do último dia 12, após uma discussão entre o acusado e a vítima, que teria se mudado recentemente para a casa do neto, que morava com a namorada, na Rua Projetada D.


O neto contou aos policiais da DH que a avó usava um remédio controlado e consumia bebida alcoólica frequentemente. Segundo ele, no dia do crime, Maria de Fátima teria pedido dinheiro para comprar bebida e teve início uma discussão. Durante a briga, o adolescente aplicou um golpe de mata-leão na idosa, que teria morrido estrangulada. Depois de matar a avó, o rapaz cavou um buraco nos fundos da casa e, com a ajuda da namorada, enterrou Maria de Fátima. A ‘cova’ foi fechada com cimento.


Arrependimento - Inicialmente, a filha da idosa, mãe do adolescente, registrou o caso como desaparecimento na 72ªDP. Dois dias depois, a mulher retornou à delegacia para dizer que, arrependida, a namorada do filho teria contado o que realmente teria acontecido.


Na tarde de segunda-feira, o casal foi capturado por policiais da 72ªDP, no centro de São Gonçalo. Enquanto eram conduzidos para a delegacia, o jovem teria confessado o crime. O caso foi encaminhado para o Setor de Descoberta de Paradeiros da Divisão de Homicídios (DH), que na manhã de ontem realizou uma operação no Menino de Deus, onde localizou o corpo da idosa. Na chegada dos policiais houve breve confronto com criminosos da comunidade. Em seguida, os agentes foram até o alto do morro guiados pelo neto, que os levou até o quintal da casa onde o corpo estava enterrado, que foi encontrado em avançado estado de decomposição.


O corpo de Maria de Fátima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), de Tribobó e os adolescentes foram levados para a Vara da Infância e Juventude de São Gonçalo.


(Thuany Dossares)



Veja também