São Gonçalo tem mais de 70 registros de roubo por dia

São cerca de três roubos a cada hora

Enviado Direto da Redação
 Em alguns bairros de São Gonçalo, como no Porto da Madama, moradores colocam faixas fazendo um alerta sobre os a ataques constantes de assaltantes

Em alguns bairros de São Gonçalo, como no Porto da Madama, moradores colocam faixas fazendo um alerta sobre os a ataques constantes de assaltantes

Foto: Divulgação


A cada hora, as delegacias de São Gonçalo registram mais de três casos de roubo ou furto ocorridos na cidade. Foram cerca de 73 casos registrados por dia, entre os meses de janeiro a novembro desse ano, totalizando 24.417 crimes de roubos e furtos, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro. Somente o número de roubos registrados no município beira os 20 mil (19.449).


Em Niterói, a média de registros no mesmo período foi de 45 casos por dia, correspondentes a 12.828 casos registrados nos onze primeiros meses do ano. Do número total, 7.668 correspondem aos registros de roubos e 5.160 aos casos de furtos.


Apesar de serem números alarmantes, os dados inacreditavelmente não correspondem à realidade, se levarmos em conta pessoas como a dona de casa Renata Souza, de 32 anos, que já foi roubada duas vezes e nunca registrou os crimes.


“Da primeira vez, em março, levaram minha bolsa com pertences pessoas e celular. Da outra vez, quatro meses depois, levaram somente meu celular e meu dinheiro. Em ambos os casos, não levaram documentos, por isso não achei que valeria a pena enfrentar a espera de um atendimento em delegacia”, explicou.


A atitude de Renata, no entanto, atrapalha que os dados oficiais reflitam a realidade. “Trabalhamos com os dados que temos, mas sabemos que os números de alguns crimes podem ser muito maiores”, explicou um agente da Polícia Civil.

Veja também