Justiça concede habeas corpus para ex-vereador de Iguaba Grande

'Jeffinho do Gás' é suspeito de ser o mandante de assassinato de empresário

Enviado Direto da Redação

Foto:


O Tribunal de Justiça do Rio concedeu, na última terça-feira, habeas corpus ao ex-vereador de Iguaba Grande, Jefferson Ferreira Martini, mais conhecido como “Jeffinho do Gás”, suspeito de mandar matar um homem, em janeiro do ano passado. O ex-vereador chegou a ser preso em junho de 2017, quando atravessa a Ponte Rio-Niterói.


De acordo com a investigação da Polícia Civil, o crime teria acontecido por causa de um conflito de interesses na compra de um terreno no bairro Iguabinha, em Araruama. Com a decisão, o ex-vereador terá, no entanto, que se apresentar à Justiça todo dia 5, fazendo um relato de todas as suas atividades durante os últimos 30 dias.


Além disso, ele só poderá deixar a cidade de Iguaba Grande, em caso de emergências médicas ou trabalhistas e deverá informar também se houver alguma mudança de endereço até o dia do julgamento. Em maio do ano passado, a polícia realizou uma operação na casa de “Jeffinho do Gás” e apreendeu documentos referentes à escriturado tal terreno. Na época, o ex-vereador disse que ele e a mulher foram testemunhas de um crime relacionado ao antigo dono do terreno, mas eram inocentes.


Veja também