Táxis ficam mais baratos em Arraial do Cabo

Taxímetros foram instalados nos veículos

Enviado Direto da Redação
>> Cerca de 140 táxis tiveram taxímetros instalados, acabando com o sistema de tabelas

>> Cerca de 140 táxis tiveram taxímetros instalados, acabando com o sistema de tabelas

Foto: Divulgação



Terminou na última sexta-feira (1), o processo de aferição dos taxímetros nos táxis de Arraial do Cabo. De acordo com a Coordenadoria Municipal de Trânsito (Comstrans), cerca de 140 táxis já operam no município com taxímetros e preços mais acessíveis para moradores e turistas. Toda a frota que circula na cidade é nova e todos os proprietários passaram por recadastramento, apresentando uma série de documentos (inclusive ficha de antecedentes criminais), tornando o que é legalizado, ainda mais seguro.


O taxista Ângelo Pereira acredita que com o taxímetro a população ficará mais satisfeita, pois o preço não é mais tabelado.


“Minha primeira corrida com o novo serviço foi do Hotel Ressurgência, na Praia dos Anjos, até a rodoviária no centro. Pelo preço tabelado o cliente pagaria R$ 15 e agora, o preço cobrado caiu quase pela metade” - afirmou o taxista.


A Comstrans garante que o taxímetro chegou para fazer a diferença tanto para o usuário, na economia, quanto para o trabalhador, que irá ganhar na confiabilidade, o que pode gerar mais corridas.


“O principal objetivo é proporcionar um preço mais em conta para a população, além de um transporte seguro e regulamentado. Com o taxímetro, a rotatividade dos táxis vai melhorar e o usuário também vai sair ganhando, pois a partir de agora irá pagar um preço mais acessível. O cidadão deve cobrar o uso do taxímetro” - explicou Marcos Sumar, Coordenador da Comstrans.


“Com o preço tabelado, poucos moradores faziam uso do serviço de táxi, acarretando uma superlotação nos pontos e a diminuição de corridas. Esta implantação é vista de forma positiva, pois gera credibilidade junto a população. A clareza no valor vai fazer a diferença” - afirmou Renan Faria, que é taxista.



A equipe do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (IPEM/RJ), realizou o trabalho de instalação e aferição dos taxímetros.



Veja também