Fernando Salema promete lutar por linhas de metrô e barcas em São Gonçalo

O coronel reformado da PM tenta vaga na Alerj

Enviado Direto da Redação

Foto: Filipe Aguiar

O coronel reformado pela Polícia Militar, Fernando Salema, tenta se eleger como deputado estadual em sua primeira eleição, pelo PSL. Além do discurso focado na Segurança Pública, Salema também destaca que, em seu plano de atuação, está a luta pela instalação de linha do metrô e estação de barcas em São Gonçalo. “Vou lutar para o início imediato das obras da Linha 3 do metrô e da estação das barcas, na Praia das Pedrinhas para ligar São Gonçalo ao Rio de Janeiro”, disse o coronel.

OSG - Quais são seus principais projetos em sua campanha como deputado?

CORONEL SALEMA - Lutar pelo pagamento direto para os policiais que trabalharem em eventos privados, sem intermediação; pelo aumento dos efetivos, pela implantação dos concursos regionalizados e reestruturação dos planos de carreira e salários dos profissionais de segurança pública (PM, Bombeiros, POlícia Civil, Seap e Degase); pela aplicação dos recursos obtidos das multas ambientais e incentivos fiscais no saneamento básico e na recuperação de áreas ambientais degradadas; pela disponibilização do acesso a serviços públicos através do meio digital, acabando com a burocracia, e implantação de internet grátis nas principais ruas e praças; pelo fim da taxa de vistoria anual do Detran e, por último, pelo fortalecimento da carreira do magistério com plano de carreira, salários compatíveis com a função e premiação por meritocracia.

OSG - Quais são seus planos para São Gonçalo, Niterói e região em um eventual mandato?

SALEMA - Entendemos que a questão da Segurança Pública tem influência direta no desenvolvimento das cidades. Quanto maior a sensação de segurança, maior também é a circulação de pessoas, refletindo diretamente no crescimento do comércio. Por isso quero lutar pelo início imediato das obras da Linha 3 do metrô e da estação das barcas na Praia das Pedrinhas.

OSG - Como o senhor se posiciona nesse atual cenário de descrença da população com a política?

SALEMA - Temos que entender que o meio de mudarmos a nossa situação no Estado democrático é expressando nossa vontade através do voto. Não precisamos de radicalismo. Precisamos de pessoas comprometidas com a causa pública, e não existe outra maneira senão por eleições livres.

Veja também