PT confirma Haddad no lugar de Lula como candidato a presidente

O ex-presidente teve candidatura indeferida pelo TSE

Enviado Direto da Redação
Fernando Haddad é ex-prefeito de São Paulo

Fernando Haddad é ex-prefeito de São Paulo

Foto: JD

A Executiva Nacional do PT confirmou, nesta terça-feira, em Curitiba, o nome de Fernando Haddad, ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo, em substituição ao do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa pela Presidência este ano. Lula está detido na Superintendência da Polícia Federal, na capital paranaense, desde abril, após condenação em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá (SP). O ex-presidente teve o registro de candidatura indeferido no início do mês pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


A substituição foi definida por unanimidade em reunião da cúpula do partido. O deputado José Guimarães (PT-CE), que participou do encontro, afirmou que a ex-deputada federal Manuela d'Ávila (PCdoB) será confirmada como vice na chapa de Haddad. Manuela desistiu de se candidatar à Presidência após decisão do seu partido de apoiar o PT.


O TSE determinou que o PT deveria anunciar até esta terça-feira a substituição do nome de Lula na chapa presidencial, sob risco de o partido não poder lançar candidatura ao Palácio do Planalto.


PropagandaA Justiça Eleitoral definiu também que o PT retire do ar as inserções e programas eleitorais em que o ex-presidente aparece como candidato. Se a medida for descumprida, há o risco de a coligação ter a propaganda suspensa pelos integrantes da Corte.


A expectativa é que ainda nesta terça-feira seja lida uma carta redigida por Lula para "o povo brasileiro". Nela, o ex-presidente deve afirmar que apoia a indicação de Haddad à Presidência da República e que ele o representa. De acordo com José Guimarães, Lula pedirá que a população apoie o PT e Haddad à frente da chapa.


Veja também