São Gonçalo forma educadores sociais para ajudar moradores de rua

Curso gratuito oferecido pela Prefeitura

Enviado Direto da Redação
>> Profissionais vão atuar na resolução de conflitos e no acolhimento de moradores de rua

>> Profissionais vão atuar na resolução de conflitos e no acolhimento de moradores de rua

Foto: Divulgação


Profissionais de diversas áreas, que irão atuar como educadores em áreas de resolução de conflitos e acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social, foram diplomados como educadores sociais, pela Prefeitura de São Gonçalo.


“Investir em formação continuada é priorizar por um serviço de qualidade e um olhar mais humano à toda população, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade social. O educador social vai dialogar especialmente com grupos de pessoas que a sociedade como um todo insiste em ignorar e invisibilizar, como pessoas em situação de rua e em situações de extrema pobreza. Mais que um cargo, é uma missão, e nós, quanto Secretaria de Desenvolvimento Social, estamos investindo para que a garantia de direitos e o reconhecimento da dignidade humana seja uma realidade para todos os gonçalenses”, disse o secretário de Desenvolvimento Social, Marlos Costa.


O curso, que é gratuito e faz parte das práticas de formação continuada oferecidas pelo Núcleo de Formação Continuada e Comunicação (Nufocco), conta com temas como Políticas Públicas e Políticas de Assistência; Relação Comunitária e Família; Pedagogia e Psicologia Social; Prevenção ao abuso de Drogas, além de oficinas socioeducativas.


A professora de Educação Infantil, Maria de Fátima Mendonça, de 55 anos, é moradora de Itaboraí, e assim que soube do curso, se inscreveu. Hoje formada, a educadora afirma que a troca de experiência e a possibilidade de aprender com profissionais de diversas áreas torna o curso ainda mais rico.


“Muito do que eu aprendi no curso vou levar para a minha prática profissional”, contou.



Veja também