Disque Combate ao Preconceito registra 44 denúncias em três meses de funcionamento

Orientação jurídica gratuita é disponibilizada

Enviado Direto da Redação
>> Denúncias podem ser feitas pelo telefone (21) 2334-9551

>> Denúncias podem ser feitas pelo telefone (21) 2334-9551

Foto: Henrique Esteves


A Secretaria de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos lançou o Disque Combate ao Preconceito em agosto. Em três meses, através do telefone (21) 2334-9551, que funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, a população denunciou casos de intolerâncias religiosa e racismo. No total, foram 44 registros, incluindo os que vieram das redes sociais e da sede da secretaria.


Segundo balanço da secretaria, traficantes são autores de 11% dos casos denunciados. A maioria dos ataques é direcionada às religiões de matriz africana. Foram 40 denúncias de intolerância contra terreiros e/ou praticantes da umbanda e do candomblé.


“Os crescimentos no número de casos de intolerância religiosa no Rio são preocupantes. Por isso, criamos esse canal exclusivo para que as vítimas possam denunciar e buscar apoio junto à secretaria. Além disso, trabalhamos com campanhas e jornadas de capacitação para levar à sociedade civil, a importância do respeito à diversidade religiosa e ao direito constitucional que todos temos de professarmos livremente a nossa fé”, disse o secretário de Direitos Humanos, Átila Alexandre Nunes.


Orientação – A secretaria disponibiliza também orientação jurídica gratuita, atendimentos psicológico e social para as vítimas, além de acompanhar os casos juntos às delegacias onde são registrados.



Veja também