Quinze vítimas já reconheceram jovem acusada de assaltos a motoristas de aplicativo

O SÃO GONÇALO divulgou a foto de Giovanna

Enviado Direto da Redação
>> Giovanna seria especializada em assaltar motoristas do Uber

>> Giovanna seria especializada em assaltar motoristas do Uber

Foto:



Depois de O SÃO GONÇALO divulgar a foto de Giovanna Agostinha da Silva, de 20 anos, presa por policiais da 75ªDP (Rio do Ouro), acusada de dezenas de roubos a motoristas de aplicativos em São Gonçalo, diversas pessoas a reconheceram como autora de mais crimes dessa natureza.


Contudo, para que ela seja indiciada criminalmente por todos os casos, de acordo com policiais que participaram da prisão, as vítimas e devem procurar a delegacia do Rio do Ouro para fazer o reconhecimento oficial. Giovanna será encaminhada para o sistema prisional ainda hoje, mas o reconhecimento poderá ser feito através de fotografias, nos dias posteriores.


O delegado Leandro Gontijo, responsável pela distrital, contou que com a divulgação da imagem, Giovanna foi reconhecida em novas ocorrências.


“Varias vitimas têm comparecido a 75ªDP após a notícia da prisão da Giovanna ter circulado no jornal, e têm feito o reconhecimento pessoal, em sede policial. Com isso, outros delitos apareceram depois que sua prisão foi veiculada e outros crimes estão sendo elucidados”, explicou.


Somente na distrital, Giovanna já foi identificada em mais de 15 registros de ocorrências. Outros procedimentos ainda estão sendo analisados e também podem ter o envolvimento da jovem.


“O modo que ela agia era sempre o mesmo. A Giovanna pedia o carro pelo aplicativo e apontava um destino. No local, comparsas já a aguardavam e juntos realizavam o roubo”, explicou o delegado.


Pelo menos outros três homens agiam com a acusada. Os agentes prosseguem com as investigações para identificar e prender o restante da quadrilha.





Veja também