Fuzil roubado de delegado durante assalto no Rio é recuperado no Morro do Lins

Dois suspeitos morreram durante a operação

Enviado Direto da Redação
Fuzil roubado de delegado de Niterói é recuperada no Complexo do Lins

Fuzil roubado de delegado de Niterói é recuperada no Complexo do Lins

Foto: Divulgação


Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) e da Delegacia de Roubos e Furtos de Carga (DRFC) realizaram, na manhã de ontem, uma operação no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio, para capturar os criminosos que assaltaram o delegado Marcus Vinicius Amim, lotado na DHNISG. Na ação, o fuzil do delegado, que havia sido levado no dia do crime, foi recuperado.


A operação tinha o objetivo de cumprir mandados de prisão de investigação da 20ªDP (Vila Isabel) e da 26ªDP (Todos os Santos), sobre responsáveis do roubo do carro, da pistola e do fuzil de Marcus Amim, durante assalto no último sábado. Com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), os policiais atuaram nas comunidades do Barro Vermelho, Árvore Seca, Morro do Amor, Morro da Cotia, Morro do Gambá, no Complexo do Lins.


Os agentes foram recebidos a tiros por bandidos e houve intensa troca de tiros. Durante o confronto, dois suspeitos foram baleados e chegaram a ser socorridos, mas não resistiram ao ferimento. Após informações de setores de inteligência, o fuzil calibre 5.56 e os carregadores foram recuperadas numa casa na Rua Araújo Leitão, no Engenho Novo. A operação continuou para tentar localizar a pistola do delegado, mas a arma não foi encontrada.


Segundo a Polícia Civil, o delegado Marcus Amim possui autorização da chefia da corporação para portar o fuzil calibre 5.56, devido à relatório da Assinpol, órgão de inteligência da instituição, que constatou ameaças de morte contra o agente devido às investigações e prisões efetuadas nos últimos anos pela DHNISG.



Veja também