Mãe desabafa ao ver o filho preso pela segunda vez

Jovem foi detido durante operação no Caramujo

Enviado Direto da Redação
Mãe foi até a delegacia e desabafou sobre nova prisão do filho

Mãe foi até a delegacia e desabafou sobre nova prisão do filho

Foto: Alex Ramos

Por Thuany Dossares 


Policiais do 12ºBPM (Niterói) foram até o Complexo do Caramujo, Zona Norte de Niterói, na manhã de ontem, para realizar uma operação com o objetivo de combater o tráfico de drogas. A ação contou com diversas equipes e os agentes chegaram na comunidade por volta das 6h, quando foram recebidos a tiros pelos criminosos e houve confronto. 


Na localidade conhecida como Morro do Céu, militares do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) Caramujo capturaram Alef Lima de Melo, de 24 anos, e Matheus Jorge Santos, com quase mil trouxinhas de maconha e quatro rádios comunicadores. 


A dupla foi conduzida para a central de flagrantes da 78ªDP (Fonseca), onde acabou autuada por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Na delegacia, a mãe de Matheus, uma dona de casa, contou que essa é a segunda vez que o filho é preso por tráfico de drogas e desabafou sobre o caso. 


"A primeira vez que ele foi preso eu peguei todo o dinheiro que estava juntando numa poupança para para ajeitar a minha casa e gastei para cuidar dele no presídio. Só com advogado foram R$ 10 mil, fora outras despesas. Passei pela humilhação de ter que ir visitá-lo na cadeia, fui mandada embora do meu trabalho porque ele foi preso. Agora, vendo tudo isso acontecer de novo, meu coração de mãe está em pedaços, estou arrasada. Mas eu dei oportunidade para ele uma vez, não vou passar por isso de novo. Isso é um massacre, é muito sofrimento", desabafou. 


A dona de casa ainda falou que mesmo sendo seu filho, ela não passa a mão na cabeça do jovem. "Não é porque é meu filho que eu vou achar que ele está certo não. Ele está errado e agora vai cumprir a pena que tem que pagar. Eu vim do nordeste aos 16 anos e com muita luta construí o pouquinho que tenho hoje. Sou pobre, mas sou honesta e uma serva do Senhor. Não criei meu filho para ser bandido, o pai dele é presbítero e ele foi criado na igreja. Nunca aceitei um real do dinheiro dele, para estar na minha casa tem que ser algo limpo, honesto", finalizou. 



Leia mais:


Prisão de 'Revólver' deixa vácuo na liderança do tráfico no Caramujo



Veja também