DH apura envolvimento de milícia em morte de ex-agente do Degase

Enviado Direto da Redação
Alan foi executado dentro de casa, em Rio Várzea, Itaboraí

Alan foi executado dentro de casa, em Rio Várzea, Itaboraí

Foto: Leonardo Ferraz

Policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) estão investigando se o ex-funcionário do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), Alan de Oliveira, de 33 anos, foi morto por milicianos. O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira, no bairro Rio Várzea, em Itaboraí.

Para o delegado Gabriel Poiava, responsável pelo caso, não há dúvidas de que a principal linha de investigação seja execução.

“Homens encapuzados entraram na casa durante a madrugada, tirando a vítima da cama e a matando dentro de casa ainda. Pode ser que o crime esteja relacionado com milícia, mas ainda é cedo para afirmar, estamos apurando essa possibilidade”, esclareceu.

O corpo do ex-agente do Degase foi sepultado ontem, às 11h, no Cemitério de Itaboraí.

Veja também