Verão exige cuidados extras com o animal de estimação; veja dicas

Atenção deve ser redobrada no período de calor

Enviado Direto da Redação
>> Dicas para o bem-estar do cachorro

>> Dicas para o bem-estar do cachorro

Foto: Divulgação


Todo cãozinho merece ser bem cuidado em todos os dias do ano, mas é com a chegada do verão que a atenção com o animal deve ser redobrada pelo seu dono. Para contribuir com o bem-estar do cachorro, O SÃO GONÇALO vai dar algumas dicas, feitas pelo zootecnista e especialista em comportamento animal, Renato Zanetti, para que o pet passe pelos dias de sol forte sem problemas.


De acordo com Renato, é importante evitar passeios com o cão, em ambientes quentes, entre 10h e 16h. E, para complementar, é indicado que em todos os passeios seja oferecida água em grande quantidade ao cachorro.


“Nestes horários, é real o risco de o cão queimar as patas ao andar no asfalto ou calçada. Além disso, é importante dar água fresca em abundância ao pet, tanto durante os passeios, quanto em casa”, orientou. Em relação a água, do mar ou doce, a dica do especialista é ter cuidado com a primeira vez que o cão entrar em contato com a praia ou piscina.


Para finalizar, três dicas sobre o bem-estar do pet. A primeira, é passar bloqueador solar em áreas claras ou sem pigmentação para evitar o câncer de pele. A segunda, se refere aos sintomas apresentados pelo animal quando ele ingerir água do mar, ou de piscinas com produtos químicos. Caso ele tenha vômitos ou diarreia, dirija-se ao veterinário. E, por fim, nunca deixar o animal dentro do carro com os vidros fechados. A falta de ventilação, mesmo que por poucos minutos, pode ser fatal.


“Em qualquer estação, mas pior ainda no verão, não deixe seu cão dentro do carro com os vidros fechados e sem ventilação. Isso pode ser fatal”, explicou.



Veja também