Moradores de Tribobó reclamam do descaso da prefeitura com o bairro

Problemas se concentram na Rua Francisco de Paula Moura

Enviado Direto da Redação
Moradores revelam que convivem há, pelo menos 15 anos, com problemas de infraestrutura

Moradores revelam que convivem há, pelo menos 15 anos, com problemas de infraestrutura

Foto: Leonardo Ferraz

Por Dayse Alvarenga e Alan Emiliano

Moradores da Rua Francisco de Paula Moura Neto, no bairro Tribobó, em São Gonçalo, relatam o enorme descaso da Prefeitura com o local há, pelo menos, 15 anos. Segundo eles, entre os principais problemas estão o vazamento de esgoto e a falta de pavimentação da via, que acaba dificultando a circulação de motoristas e pedestres.

Além disso, segundo a população, um deslizamento de terra também prejudica a passagem na rua há oito anos, sem que haja nenhum reparo por parte do governo municipal. De acordo com os moradores, todas as obras de manutenção foram realizadas por eles próprios, através de mutirões comunitários, sem apoio do poder público.

“Nós temos vários problemas na nossa rua há muito tempo, e ninguém vem aqui para dar uma satisfação ou fazer uma obra. Em períodos de chuva, não temos como sair de casa e fica perigoso, pois a rua, que já não tem condições mínimas de limpeza, fica escorregadia e perigosa”, afirmou o morador Felipe Mota.

Um dos problemas relatados pela população é a dificuldade para chegar até o local, já que a região conta com enormes buracos, que atrapalham a passagem e prejudicam serviços, como atendimento com ambulância, além de entrega de correspondências e compras.

“Um enorme buraco tomou conta do portão da minha casa, e ninguém resolve nada. Já entramos em contato com a Prefeitura e nada foi feito. É lamentável”, afirmou Fernando Ribeiro, de 68 anos Segundo a dona de casa Gerusa da Mota, 58, a principal sensação que fica diante de tantos problemas é a de impotência.

“Acredito que vão conseguir resolver isso aqui em algum momento. Mas estamos desesperados pois nada é solucionado. Já enviei várias mensagens para o prefeito, mas ele não me responde e tampouco aparece na nossa região”, afirmou Gerusa.

A Prefeitura de São Gonçalo afirmou que “irá enviar uma equipe ao local até a próxima semana para verificar o problema e tomar as providências necessárias”.

Veja também